Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Android e iOS responderam por 82% das vendas de smartphones no primeiro tri, diz IDC

Postado em: 24/05/2012, às 16:05 por Redação

Está cada vez mais difícil competir com Google e Apple no mercado de smartphones. Somadas, as desenvolvedoras do Android e do iOS detiveram 82% de participação entre os embarques de aparelhos no primeiro trimestre, de acordo com um levantamento da IDC. O resultado é 27,6 pontos percentuais maior que o registrado no mesmo período do ano passado.

“A popularidade do Android e do iOS é resultante de uma combinação de fatores que os competidores lutam para alcançar”, define o analista de pesquisa sênior da IDC, Ramon Llamas. “Nem o Android nem o iOS foram os primeiros a trazerem algumas de suas funções, mas fizeram a experiência do usuário tão intuitiva que ganharam uma massa de seguidores”, conclui. No total, foram 152,3 milhões de aparelhos despachados.

Com 89 milhões de unidades embarcadas, o Android respondeu por 59% das remessas do período. O desempenho foi 145% superior quando comparado aos três primeiros meses de 2011. A Samsung, sozinha, detém quase metade (45,5%) dos aparelhos com esse sistema.

O iOS, na segunda colocação, respondeu por 23% de market share, uma evolução de 88% na mesma base de comparação e 35,1 milhões de remessas no total. O Symbian continua na terceira colocação devido a grande adoção de smartphones de entrada em países emergentes, com 6,8%. O cenário, contudo, não está favorável – o ecossistema da Nokia teve a maior queda, de 60,6%, com tendência de diminuição ainda maior. Foram 10,4 milhões de unidades embarcadas.

O Blackberry também viu seu desempenho cair (29,7%), respondendo por 6,4% do mercado. Foram 9,7 milhões de embarques. “Mais utilizado no meio empresarial, muitas companhias agora permitem aos funcionários trazerem seus próprios aparelhos para o trabalho, permitindo crescimento de sistemas rivais no espaço que antes pertencia à RIM”, explica Llamas.

Tags: ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top