Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Net enfatiza crescimento da banda larga à VoIP

Postado em: 24/08/2005, às 16:14 por Redação

A Net Serviços apresentou esta semana para investidores, na Apimec, em São Paulo, algumas linhas gerais das diretrizes que orientarão a atuação da empresa daqui para frente.

A apresentação é a mesma que será feita durante o roadshow que a companhia inicia nos próximos dias para promover o lançamento de R$ 650 milhões em debêntures com vencimento para 2011 que, segundo Leonardo Pereira, CFO da operadora, visam alongar ainda mais os vencimentos da companhia.

Chamou a atenção na apresentação a ênfase dada ao mercado de banda larga e ao crescimento da base. No caso da banda larga, a companhia já vinha dando destaque para o assunto em outras apresentações, mas desta vez Pereira deixou claro a importância do tema para a estratégia de comercialização de novos produtos, como VoIP, e manutenção da base.

A Net vê um mercado de 550 mil prospects, que são hoje servidos pela rede bi-direcional da empresa, assinam o serviço de TV paga mas não têm nenhum acesso de banda larga. Há ainda outros 700 mil usuários que são servidos pelas redes da empresa, mas que estão com a concorrência na contratação de serviços de banda larga. E há 1 milhão de potenciais clientes que estão em áreas servidas pelas redes da Net mas que não são assinantes nem de serviços de vídeo nem de banda larga.

Capex flexível

A operadora enfatizou a possibilidade de crescimento na classe B e anunciou que os investimentos (Capex) são agora variáveis, sendo maiores ou menores em função apenas do potencial de crescimento. "Se houver crescimento, demanda, podemos ampliar nossa disponibilidade de recursos para investimentos", disse Pereira.

A empresa evitou dar detalhes sobre a estratégia para o serviço de voz; disse que isso é um dos assuntos sob embargo em função do lançamento de debêntures, mas reafirmou o que a Telmex já havia declarado em reunião com analistas recentemente: trata-se de um produto para este ano ainda.

Em relação à concorrência que a Net pode sofrer em serviços de vídeo por parte de empresas de telecomunicações, Pereira admitiu que é uma situação a ser enfrentada, mas lembrou que a operadora tem a garantia de conteúdos nacionais e que a legislação de certa forma impede que as teles ofereçam serviços como os de TV por assinatura hoje.

A empresa também anunciou para breve o lançamento do seu serviço de Digital Video Recorder (DVR), por meio do qual pretende oferecer video-on-demand.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top