Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Custo e falta de profissionais são barreiras à inovação, dizem CEOs

Postado em: 24/08/2011, às 18:55 por Victor Hugo Cardoso Alves

O presidente da IBM Brasil, Ricardo Pelegrini, alerta que o Brasil precisa avançar urgentemente em termos de inovação para manter o crescimento acelerado que vem registrando, principalmente no que diz respeito a aplicação de recursos privados em inovação. Executivos-chefes (CEOs) de grandes empresas citam, entretanto, questões como custo, falta de recursos/financiamentos, retorno sobre o investimento e déficit de profissionais como barreiras para o aumento dos investimentos em inovação por parte das empresas no Brasil.
Citando dados do Ministério da Ciência e Tecnologia, Pelegrini lembrou que enquanto no Brasil o setor privado investe apenas 0,5% do PIB em inovação, em países como Japão e Estados Unidos os índices são de 2,7% e 2,9%, respectivamente. "Temos um gap muito grande de investimento em TI e pesquisa, desenvolvimento e inovação. Temos espaço para melhorar e devemos buscar incentivos para expandir os investimentos em inovação", frisou
O CEO do Pão de Açúcar, Ernesto Pestana, justifica que para o varejo é muito caro investir em inovação tecnológica. Ele cita que as oportunidades geradas pelo avanço da tecnologia são enormes, mas de difícil implantação por conta do custo elevado. "Existem diversas tecnologias que poderíamos implantar em larga escala, como etiquetas eletrônicas, chips para identificação de produtos, mas isso não é possível por conta do preço", diz. Outro ponto levantado pelo executivo é a falta de acesso ao financiamento voltado para inovação. "É outra barreira. Precisamos de mais dinheiro", comentou.
Artur Grynbaum, presidente do Boticário, salientou que também deve ser avaliado o retorno sobre o investimento quando se aplica recursos em inovação. "É uma análise difícil", comentou, acrescentando que a questão da educação também é primordial para a expansão da inovação tecnológica. Para tanto, ele propõe parcerias entre universidades e empresas privadas. De acordo com o executivo, é necessária a formação de profissionais especializados. Os executivos participaram de painel realizado no IBM Fórum 2011.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top