Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Presidente chinês tranquiliza empresas de tecnologia americanas em viagem aos EUA

Postado em: 24/09/2015, às 14:53 por Redação

O presidente chinês, Xi Jinping, procurou tranquilizar os líderes empresariais norte-americanos, com o quais se encontrou na quarta-feira, 23, na cidade de Seattle, nos EUA. Durante seu discurso, o líder chinês buscou aplacar as preocupações dos empresários, principalmente sobre o acesso ao mercado chinês e a questões relacionadas à propriedade intelectual.

Entre os líderes empresariais que estiveram presentes estavam Satya Nadella, da Microsoft, Tim Cook, da Apple, Jeff Bezos, da Amazon.com, e John Chambers, da Cisco Systems, numa indicação da ênfase que o governo chinês pretende dar à indústria de tecnologia durante a visita.

Esta foi a primeira de uma série de reuniões com líderes empresariais que serão realizadas pelo presidente chinês, que está em visita oficial aos EUA, e que tem como objetivo estreitar e destacar os benefícios de relações comerciais entre os dois países. Os encontros ocorrerão antes de Xi Jinping ser oficialmente recebido pelo presidente Barack Obama.

Depois de ouvir os comentários de alguns dos principais executivos por cerca de meia hora, o presidente chinês destacou que, "como os nossos laços comerciais se aprofundaram, é natural haver atritos e diferenças". "Os problemas estão sempre em desvantagem em relação às soluções", disse ele, segundo o The Wall Street Journal. E emendou: "Na verdade, algumas das questões levantadas pelos EUA, nós queremos resolver através de uma reforma. Vamos olhar para essas questões e rapidamente tentar resolver o maior número possível."

Xi Jinping acrescentou que as empresas chinesas gostariam que os EUA acabassem com as restrições às exportações de produtos de alta tecnologia para a China e, ao mesmo tempo, reduzissem as barreiras para investimentos chinês no país. "Contamos com a comunidade empresarial dos EUA, que pode desempenhar um papel positivo e tornar isso uma realidade", ressaltou.

O presidente chinês também destacou que "o desenvolvimento econômico da China vai criar e sustentar uma demanda rápida para capital de tecnologia e de produtos de outros países", disse ele, sem comentar os temores sobre a desaceleração da economia chinesa, após a desvalorização da moeda chinesa em agosto. Antes da medida, a indústria de tecnologia da China vinha crescendo mais rápido do que a média do setor industrial, sustentada também por seus 600 milhões de usuários de internet e 1,2 bilhão de usuários de celulares, o que gerou inúmeras oportunidades de negócios para empresas como a Amazon, Cisco e Apple.

A visita de Xi Jinping ocorre em um momento de tensão entre China e EUA, mas o discurso feito aos empresários, no qual deu indícios de que pode aliviar as restrições aos investimentos americanos no país, certamente contribuirá para tornar o encontro com Obama mais ameno.

Tags: , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top