Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

CDMA assumirá liderança das redes móveis, diz Qualcomm

Postado em: 24/10/2005, às 17:55 por Redação

Em tempos de convergência e aumento das taxas de transmissão de dados, para qual direção deve seguir a tecnologia CDMA? Além de evoluir para CDMA2000 ou WCDMA, a tecnologia deverá assumir a liderança das redes móveis, segundo Marco Aurélio Rodrigues, presidente da Qualcomm para o Brasil. Para falar mais sobre o futuro do CDMA, ele conversou com TI Inside:

P- Que futuro deve aguardar a tecnologia CDMA?

R – A tecnologia CDMA, em suas diferentes versões, será a tecnologia dominante por muitos anos. Com a introdução do WCDMA na Europa, com todas grandes redes americanas usando ou CDMA2000 ou WCDMA, com o Japão todo em CDMA2000 e WCDMA, a expectativa dos analistas é de que em cinco ou seis anos a família CDMA assuma a liderança das redes móveis.

P -Atualmente quanto por cento dos celulares são CDMA?

R – Segundo dados do CDG, em junho de 2005 existiam cerca de 270 milhões de assinantes CDMA, sendo que 75% deles já são 3G CDMA.

P -Como ficará esta equação em cinco anos?

R – Segundo o Yankee Group, serão cerca de 1 bilhão de assinantes CDMA em 2009 (tanto WCDMA como CDMA2000), de um total de 2,4 bilhões de assinantes, ou seja, cerca de 40% do total.

P -Onde o WCDMA já é uma realidade e quando ele deve acontecer no Brasil?

R – O WCDMA já é uma realidade em várias partes do mundo como Japão, Europa e EUA. Nos Estados Unidos, as redes ainda estão em fase inicial, esperando-se para o fim deste ano grande ampliação da cobertura. No Brasil, depende da licitação de freqüências por parte da Anatel, e esperamos que ocorra no próximo ano.

P – Quais os próximos passos da tecnologia CDMA?

R – A tecnologia CDMA terá vida bastante longa, pois continua evoluindo. O CDMA2000 EV-DO, por exemplo, já evolui do atual ?release 0? para a ?revisão A?, que aumenta as taxas de transmissão de dados dos atuais 2,4 Mbps para 3,1 Mbps no link direto e 1,8 Mbps no link reverso. Depois disto, virá a revisão B, que eleva as taxas a picos para 73,5 Mbps. No lado do WCDMA, a evolução também continua, com o HSDPA e o HSUPA, com altas taxas de transmissão de dados.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top