Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Nova carteira de profissional contábil trará certificado digital

Postado em: 25/01/2007, às 20:39 por Redação

Os conselheiros do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) aprovaram o projeto que substitui a atual carteira profissional pelo novo documento de identidade eletrônico dos contabilistas. A partir de agora, uma comissão, formada por especialistas e representantes de Conselhos Regionais de Contabilidade, irá trabalhar na elaboração de um plano que visa a operacionalização do projeto. "Queremos ser a primeira categoria profissional a ter essa carteira", afirmou a presidente do CFC, Maria Clara Cavalcante Bugarim.

Desenvolvida com um sistema de segurança antifraudes, a nova carteira será em policarbonato e terá código de barras e chip, além de trazer um certificado digital emitido pela ICP-Brasil (Infra-Estrutura de Chaves Públicas Brasileira). Ao todo 400 mil profissionais, entre contadores e técnicos em contabilidade, serão beneficiados com a medida que facilitará a atuação desses profissionais nas aplicações e transações virtuais que exigem maior segurança.

Na reunião que aprovou o projeto, Maurício Augusto Coelho, diretor da ICP, órgão do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, apresentou aos conselheiros do CFC os benefícios da certificação digital e como ela pode garantir a identidade do profissional nas transações eletrônicas, possibilitando maior utilização dos serviços públicos que hoje são prestados nos balcões de atendimento.

De acordo com o diretor de tecnologia e negócios da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis (Fenacon), Nivaldo Cleto, a categoria contábil é uma das que mais utiliza as ferramentas do governo eletrônico. ?Além disso, as últimas normas adotadas pela Receita Federal ratificaram a necessidade dos contadores de terem o uso da certificação digital facilitado. Vale lembrar o exemplo da regulamentação de início de janeiro, em que a certificação passou a ser obrigatória para empresas que optam pela tributação do Imposto de Renda com base no Lucro Real?, finalizou.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top