Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Maioria dos órgãos federais não tem gestão formal de contratos de TI

Postado em: 25/02/2010, às 15:41 por Redação

Apenas 15% dos 27 órgãos centrais do governo federal, em Brasília, dispõem de processos formais de gestão dos contratos de TI, de acordo com diagnóstico da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento, feito entre 2008 e 2009. Segundo o SLTI, outros 15% dos órgãos têm apenas processos parciais e os 70% restantes não realizam qualquer tipo de gestão formal dos acordos envolvendo a contratação de tecnologia da informação.
O levantamento apontou ainda que somente 23% dos órgãos do governo possuem processo formal de aquisição de bens e serviços de TI, ou seja, 77% não utilizada nenhum processo.
Apesar desse cenário, a pesquisa revela, por outro lado, que o alinhamento das iniciativas em TI e as metas institucionais e políticas públicas estão presentes em 62% dos órgãos centrais do governo. O relatório aponta também que 62% desses órgãos realiza planejamento de TI e que 58% têm gestão coordenada e centralizada do orçamento de TI.
Para verificar qual o estágio atual desses controles nos órgãos federais, o Ministério do Planejamento realizará novo levantamento este ano. Para isso, os órgãos que integram o Sistema de Administração dos Recursos de Informação e Informática (Sisp) têm até o próximo dia 31 de março para realizar o autodiagnóstico e o seu plano de metas.
De acordo com o Ministério do Planejamento, os levantamentos devem conter a análise sobre o gerenciamento dos recursos materiais e humanos, o processo de contratação, soluções contratadas e equipamentos utilizados, entre outros dados. As informações devem ser cadastradas na comunidade virtual do Sisp.
A diretora do Departamento de Integração de Sistemas de Informação da SLTI, Nazaré Bretas, acredita que o próximo levantamento deverá indicar que a grande maioria dos órgãos já possuem procedimentos de planejamento na área. Segundo ela, isso é essencial porque orienta a realização de contratos, o desenvolvimento de sistemas e as prioridades do setor de tecnologia da informação, que devem estar de acordo com as metas centrais.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top