Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Ações do LinkedIn sobem mais de 5% com anúncio de lançamento de site em chinês

Postado em: 25/02/2014, às 15:55 por Redação

As ações do site de contatos profissionais LinkedIn subiram mais de 5% na bolsa eletrônica Nasdaq nesta terça-feira, 25. Os papéis abriram o pregão em alta de 3,2%, negociados a US$ 206,12, chegando a ser cotados a US$ 210,98, por volta das 13h50 (horário de Brasília), aumento de 5,7%, impulsionados pelo anúncio do lançamento do site da empresa em língua chinesa, dando mais um passo na expansão de seus negócios na China. A companhia ingressou no mercado daquele país no mês passado, quando anunciou a contratação de Derek Shen como presidente do LinkedIn China. No fim do dia, as ações do LinkedIn fecharam o pregão cotadas a US$ 209,84, alta de 5,1%.

Segundo informa o Digits, blog ligado ao The Wall Street Journal, a empresa espera que o novo site, que usa caracteres chineses simplificados, atraia 140 milhões de novos profissionais – sem especificar um prazo para tal -, o que aumentará sua base de usuários em 50% naquele país. O LinkedIn possui atualmente 4 milhões de membros na China, através de um site em língua inglesa e um aplicativo móvel em língua chinesa.

Em entrevista, o CEO da companhia, Jeff Weiner, disse que a empresa tem trabalhado no lançamento do site chinês há quase dois anos, devido há dificuldade em lidar com a censura da internet na China. "Estamos esperando que haja pedidos de filtro de conteúdo", afirmou, acrescentando que terá maior conhecimento de como funcionará a logística de censura nas próximas semanas. Segundo ele, o site já pode oferecer seu serviço na China, apesar de ter seu pedido de licença para operar no país ainda pendente.

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top