Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Telemar testa fixo-móvel GSM/Wi-Fi

Postado em: 25/04/2006, às 21:33 por Letícia Cordeiro

A Telemar e seu braço móvel Oi devem apresentar em breve o resultado de um teste que integra telefonia fixa e móvel em um só aparelho GSM/Wi-Fi.

O serviço deve funcionar de forma semelhante ao BT Fusion, produto híbrido da British Telecom lançado há alguns meses no Reino Unido. Aos poucos, a Telemar vem preparando sua rede para a oferta de serviços convergentes entre as operações fixa e móvel.

A tele já possui parte dos equipamentos da arquitetura IMS (IP Multimedia Subsystem) que permitirá a convergência de serviços entre as redes da operadora.

De acordo com o vice-presidente executivo de vendas globais e marketing da fornecedora Telcordia, Scott Erickson, além de fazer o controle das aplicações com billing e charging flexíveis e gerenciamento de conteúdos, o IMS também permite às operadoras uma redução no time-to-market para lançamento de novos serviços. ?Com a solução IMS é possível colocar um novo serviço em uma operadora dentro de cinco a 10 semanas em vez de um prazo de um ano?, comenta Erickson.

Infra-estrutura

Ainda em 2002 a Telemar comprou uma plataforma de rede inteligente da Telcordia, o Converged Applications Server, para acomodar toda a base de usuários pré-pagos da sua operação móvel Oi, lançada naquele ano.

?Aos poucos a Telemar foi migrando uma parte dos clientes pós-pagos fixos e móveis para dentro dessa mesma plataforma e assim oferecer serviços convergentes como o Oi Conta Total, que reúne telefonia fixa, móvel, longa distância e banda larga em uma única conta?, complementa o consultor de soluções para América Latina e Caribe da Telcordia, Fábio Araes.

?A maior parte dos novos assinantes pós-pagos já entram nessa plataforma convergente para que a operadora possa oferecer planos de controle para usuários residenciais e estender o controle de chamadas para o mercado corporativo, com restrições de horários e números por perfis de usuários?, acrescenta Erickson.

O executivo lembra que a migração da totalidade dos usuários da rede convencional TDM para uma plataforma convergente IP ainda levará um bom tempo, mas a expectativa é de que a Telemar complete a preparação de sua infra-estrutura para a oferta de serviços convergentes fixo-móveis num prazo de oito a 14 meses.

Modelo similar

Scott Erickson revela ainda que a Telcordia já concluiu os testes de um serviço convergente fixo-móvel com uma operadora CDMA nos EUA e que o lançamento comercial depende agora apenas da uma escolha da data pela tele.

O modelo combina o telefone celular CDMA com Wi-Fi e permitirá a cobrança de tarifas de telefonia fixa quando o usuário estiver em um hotspot residencial, por exemplo.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top