Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Receita da British Telecom atinge US$ 10,3 bilhões no 1º trimestre fiscal

Postado em: 26/07/2007, às 21:15 por Redação

A British Telecom registrou um crescimento de 3,5% da receita no primeiro trimestre fiscal de 2008, encerrado em 30 de junho passado, totalizando 5,03 bilhões de libras (o equivalente a cerca de US$ 10,3 bilhões). O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) aumentou 2,8%, o que consubstanciou no sexto trimestre consecutivo de crescimento. O ganho por ação cresceu 3%, para 6 pences (cerca de US$ 3,15), antes da incidência de itens específicos (despesas com reestruturação, pagamentos a outras operadoras, etc.) e custos operacionais.

De acordo com o relatório do balanço, o forte crescimento foi proveniente, principalmente, das receitas com serviços de rede de TI e de banda larga, que responderam por 36% da receita total do grupo. Os serviços de rede de TI cresceram 8%, para 1,06 bilhão de libras (US$ 2,17 bilhões), enquanto os de banda larga aumentaram 19%, para 540 milhões de libras (US$ 1,1 bilhão).

A receita com os serviços tradicionais de voz se manteve na comparação trimestral anual, o que, segundo a companhia, reflete um equilíbrio do negócio, apesar das reduções de preço, do aumento da competição no mercado, das intervenções regulatórias e da migração dos clientes para novos serviços. Na comparação com os últimos 12 meses, no entanto, a receita no primeiro trimestre fiscal foi 2% menor. Porém, de acordo com a BT, o crescimento da receita com novos serviços, de 21%, vem ajudando a reduzir a dependência do serviço de voz.

A receita média por usuário (Arpu) em 12 meses aumentou de 4 libras (US$ 8,2) para 266 libras (US$ 545). A expansão da penetração de banda larga e dos serviços de valor adicionado acabou compensando a queda da receita com chamadas. Depois de um período do crescimento sustentado, a proporção das receitas com esses contratos acabou permanecendo em 68%.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top