Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

SUSE desenvolve nova plataforma para ampliar participação no mercado de aplicações corporativas

Postado em: 26/09/2017, às 16:20 por *Claudiney Santos, de Praga, Checoslováquia.

Com o objetivo de acelerar a adoção de aplicações que tragam a transformação digital das empresas, a SUSE anunciou oficialmente nesta terça-feira, 26, durante a conferência Susecon 2017, em Praga, Checoslováquia, a disponibilidade da CaaS Platform 2, uma solução de gerenciamento de contêiner que permite aos clientes criação de aplicativos mais rapidamente.

Mais do que o lançamento de um produto, essa nova plataforma abre novos mercados para a SUSE, empresa que acaba de completar 25 anos de fundação, com a proposta de ser um fornecedor realmente Open Source, indo além da oferta do sistema operacional Linux, com a proposta de ser uma arquitetura que apoie os processos e tecnologias projetadas para acelerar TI.

"A SUSE está ajudando os clientes a acelerar a entrega de aplicativos com um portfólio crescente de soluções baseadas em tecnologias de código aberto padrão da indústria. A transformação de TI e as necessidades dos clientes empresariais estão criando uma tremenda inovação tecnológica", disse Nils Brauckmann, CEO da SUSE (na foto, à esquerda).

"Com o crescimento drástico das empresas que estão executando cargas de trabalho usando recipientes em produção e DevOps sendo uma parte chave de sua estratégia de estratégia em desenvolvimento, a SUSE continua a expandir seu portfólio de entrega de aplicativos para alinhar com essas necessidades estratégicas dos clientes. A Kubernetes e a Cloud Foundry criaram tecnologias líderes em torno das quais as empresas estão criando iniciativas estratégicas de transformação de entrega de aplicativos. E com a Plataforma SUSE CaaS e a Plataforma de Aplicativos SUSE Cloud, estamos entregando essas tecnologias aos nossos clientes de forma muito consumível. É uma amostra de entender a necessidade e trajetória do mercado, depois identificar e trazer a tecnologia certa para a empresa", explica.

Brauckmann disse que as novas soluções apresentadas durante o Susecon 2017, mostra a estratégia da empresa em ser uma parceira das grandes empresas no mercado corporativo, que cada vez adotam suas soluções de gerenciamento e orquestração de infraestrutura, buscando se tornarem competitivas dentro da economia digital.

Segundo Michael Miller, (na foto à direita) presidente de Estratégia, Alianças e Marketing, o número de clientes relevantes impressiona. "40 das empresas das 50 Maiores da lista da  Fortune são clientes da SUSE; 4 dos 5 maiores bancos; 10 maiores operadoras de telecomunicações; 70% dos maiores varejistas dos EUA; 7 das 10 maiores indústrias farmacêuticas." A comunidade de usuários ultrapassa mais de 600 mil profissionais no mundo todo.

Ronald de Jong, presidente de vendas da SUSE, reforça que esse resultado é devido à flexibilidade das ofertas das soluções não pelos canais e parceiros de negócios tradicionais, mas através de OEM e acordos com grandes fabricantes de hardware, como HPE, IBM, Dell EMC, Cisco, Huawei e Intel; e mais recentemente com ofertas nas nuvens da AWS e MS-Azure.

Apesar de não revelar números atuais (a empresa está na Bolsa de Londres, que só divulga resultados semestrais) Jong disse que a empresa está crescendo dois dígitos em todas as geografias. Suas receitas provêm 40% dos Estados Unidos; 40% da região EMEA; 15% da Ásia-Pacífico e 5% da América Latina. Nos últimos meses, contratou mais de 300 funcionários, principalmente engenheiros para suporte técnico.

América Latina

Por representar 5% das suas receitas, a SUSE irá investir na América Latina para expandir sua participação.  Além do Brasil, ela tem filiais no México, Colômbia, Chile e Argentina, país que dá suporte para clientes de língua hispânica.  Em países como Peru e Panamá, tem vendedores residentes; e nos demais tem parceiros locais. Na região trabalha com distribuidores como Ingram, Techdata, A. Corp, Westcon e LatinTech.

Sérgio Toshio Mituiwa, VP e country general manager do Brasil e América Latina, conta que há cerca de um ano a SUSE na região começou a trabalhar de forma totalmente independente na região, com uma estrutura e equipes próprias, possibilitando maior visibilidade para o mercado.

Ele explica que está otimista em relação à economia da região, com países em momentos diferentes da economia, e com ampliação do portfólio de produtos da SUSE. Ele também ressalta a parceira com a HPE na região, que recentemente vendeu parte de seus ativos de software OpenStack para a MicroFocus, controladora da SUSE, um importante segmento de sua atuação.

Storage

Outro importante anúncio na Susecon 2017 é a nova versão do SUSE Enterprise Storage 5, que ressalta o conceito de Software Defined Storage, que leva mais inteligência no gerenciamento de armazenamento de dados, tendo em vista a necessidade das empresas em reduzir custos da explosão de geração de dados estruturados e não estruturados advindos das novas aplicações que buscam a transformação digital das empresas, como Big Data, IoT, deep learnig, machine learning, computação visual, entre outras.

"Toda geração de inovação em infraestrutura corporativa agora está sendo construída em código aberto", disse Gerald Pfeifer, vice-presidente de Produtos e Programas de Tecnologia da SUSE. "O SUSE é especialista em contribuir e usar a inovação atual para criar soluções seguras e de nível empresarial que podem ser combinadas com outras tecnologias para melhor atender às necessidades dos clientes. Essa abordagem aplicada ao armazenamento definido pelo software oferece soluções altamente escaláveis que reduzem radicalmente os custos de armazenamento em termos de despesas de capital e operações".

Baseia-se na liberação do projeto open source Ceph, e é ideal para conformidade, arquivamento, backup e grande armazenamento de dados. As grandes aplicações de dados incluem vigilância por vídeo, CCTV, presença e treinamento on-line, mídia de transmissão, raios-X, processamento sísmico, mapeamento genômico e design assistido por computador. Os aplicativos de backup e arquivamento incluem Veritas NetBackup, Commvault e Micro Focus Data Protector, juntamente com soluções de conformidade como a iTernity.

Para os analistas da Gartner, "tornaram-se dolorosamente evidentes que a capacidade de armazenamento exige, e as expectativas para o aprovisionamento muito mais rápido desse armazenamento, ultrapassaram largamente a capacidade das capacidades das equipes (infraestrutura e operações). São necessários sistemas muito mais automatizados para restaurar um senso de equilíbrio, isto é, soluções de armazenamento que oferecem uma escala muito maior, mas também muito mais automação.".

Container as a Service

A plataforma SUSE CaaS (Container as a Service) é uma solução de gerenciamento de contêineres que permite aos profissionais de TI e DevOps implantar, gerenciar e dimensionar aplicativos e serviços baseados em contêiner de forma mais fácil. Como resultado, as empresas podem reduzir os tempos de ciclo de entrega das aplicações e aumentar a agilidade do negócio. Ela adiciona ferramentas para simplificar a implantação de aplicativos em larga escala, incorpora uma versão atualizada do Kubernetes e agiliza a acessibilidade da nuvem pública.

Sua implementação é simplificada e de gerenciamento contínuo de aplicativos de grande escala com o Helm. Um pacote de código aberto totalmente suportado pelo SUSE, o Helm é usado com o Kubernetes para ajudar os clientes a encontrar e usar softwares populares embalados como gráficos, compartilhar suas próprias aplicações como gráficos de Helm, criar versões reprodutíveis de aplicativos Kubernetes, gerenciar inteligentemente arquivos de manifesto Kubernetes e gerenciar lançamentos dos pacotes Helm.

Traz maior segurança, desempenho, extensibilidade e suporte de hardware com Kubernetes v1.7 e SUSE MicroOS atualizados, com base no último SUSE Linux Enterprise Server.

Sua acessibilidade é simplificada em nuvens públicas com configurações pré-definidas de implantação da plataforma SUSE CaaS, oferecidas a partir do Amazon Web Services, Microsoft Azure e Google Cloud Platform. Os clientes podem escolher a plataforma SUSE CaaS a partir do catálogo de serviços e obter uma instância em execução da plataforma em infraestrutura de nuvem pública sem instalação manual. É ideal para avaliações de plataformas e implementações de prova de conceito, certificação de software ISV ou implantações em escala total em nuvem pública.

*O jornalista viajou a Praga, Checoslováquia, a convite da empresa.

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top