Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Softex fomenta a criação de empresa de softwares para o setor moveleiro

Postado em: 26/12/2011, às 11:20 por Redação

O Brasil acaba de ganhar sua maior empresa especializada no desenvolvimento de soluções verticais completas para atender as demandas do setor moveleiro. Trata-se da Promob Software Solutions, resultado da aliança estratégica firmada entre as gaúchas Procad Softwares, de Caxias do Sul, e MCM Sistemas de Gestão, de Bento Gonçalves.
A holding, que projeta para 2012 um faturamento de R$ 40 milhões, está sediada em Caxias do Sul, tem 250 funcionários e filiais nas cidades de Curitiba, São Paulo, Florianópolis e Belo Horizonte. No mercado externo, conta com uma unidade no México, revendas autorizadas na Argentina, Espanha, Paraguai e Portugal, além de um escritório operacional em Miami.

As negociações para a constituição da Promob Software Solutions ocorreram no âmbito do Programa SOFTEX de Alianças Empresariais (PAEMP-SOFTEX). “Contando com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI), seu objetivo é estimular, por meio de métodos mais eficientes e adequados à realidade brasileira, o associativismo entre as companhias de forma a fomentar a constituição de empresas mais robustas, eficientes e competitivas para a disputa tanto o mercado nacional como internacional”, explica Adriana Martins, diretora de operações da Softsul, Agente SOFTEX no Rio Grande do Sul.

Nesse contexto, o Programa colhe seu segundo resultado positivo na região. O primeiro foi a Teevo (www.teevo.com.br), também anunciado este ano. Especializada na oferta de soluções completas em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), já tem mais de 4.000 clientes ativos e projeta um faturamento de R$ 100 milhões para 2012.

O PAEMP foi desenvolvido a partir de uma metodologia apropriada para atender às necessidades próprias do setor de TI, que se caracteriza, por exemplo, pelo emprego intensivo de capital intelectual. Os modelos de alianças empresariais selecionados pela SOFTEX são: fusões e aquisições; consórcios e joint-ventures. “Entre as muitas formas associativas existentes, estas três têm se mostrado mais adequadas ao perfil de empresas associadas ao Sistema SOFTEX e aos objetivos de obtenção de resultados de negócios no médio prazo”, complementa o diretor de qualidade e competitividade da entidade, José Antonio Antonioni.

Um dos maiores benefícios gerados pelo estabelecimento de alianças empresariais é o crescimento em escala que pode ser alcançado de forma rápida e em um período de tempo relativamente curto. “Teremos um plano integrado de desenvolvimento de produtos, o que potencializa as soluções para o mercado moveleiro”, avalia Roberto Migliavacca, diretor comercial da MCM.

“Os negócios das duas empresas são complementares. Estamos unindo nossa expertise no segmento de softwares para projetos e gestão de lojas com da MCM no segmento de gestão de indústrias. Os clientes passam a contar com soluções mais ágeis e a possibilidade de trabalhar um único fornecedor”, acrescenta André Pivoto, diretor Administrativo da Procad.

Antonioni destaca que no atual ritmo das demandas de mercado e o competitivo cenário econômico não reservam muito espaço para um crescimento orgânico das organizações. “Desta forma, a tendência de as empresas de TI ganharem corpo por meio da aquisição de companhias menores, através de fusões ou mesmo de consórcios deve se intensificar nos próximos anos, especialmente no Brasil”, conclui.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top