Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Faturamento da Gemalto tem queda de 2% no 4º trimestre

Postado em: 27/02/2007, às 22:50 por Redação

A Gemalto divulgou nesta terça-feira (27/2) os resultados do quarto trimestre e do ano de 2006. O faturamento no último trimestre ficou em 461 milhões de euros, 2% abaixo do valor do mesmo período do ano anterior. Já o faturamento do ano foi de 1,69 milhão de euros, valor comparável ao registrado no ano anterior.

A queda do faturamento no quarto trimestre, segundo o relatório do balanço, refletiu um desempenho desigual entre diferentes segmentos de negócios. De acordo com a empresa, houve um forte crescimento em identidade e segurança e em transações seguras, da ordem de 23% e 12%, respectivamente, enquanto em comunicação móvel houve uma queda de 9%, devido a redução marcante no preço médio de venda observada no início do ano.

Mesmo assim, o CEO Olivier Piou diz que ?os resultados da Gemalto no quarto trimestre foram encorajadores, e se inserem num quadro de mercado que vem se mostrando cada vez mais favorável?. ?Conseguimos criar a Gemalto no curto período de um ano. As pesquisas abrangentes de satisfação de clientes e colaboradores que realizamos recentemente, os novos contratos que conseguimos e nossas inovações são diferentes fatores que se somam e reforçam nossa confiança. São fatores positivos como esses que nos fazem acreditar que a empresa vai conseguir atingir seus objetivos no médio prazo.?

O crescimento no segmento de transações seguras, segundo a Gemalto, se deve principalmente ao atual uso de EMV e ganhos em TV paga. As vendas de cartões inteligentes EMV se beneficiaram do forte crescimento na América Latina e na Ásia, bem como da continuada solidez dos negócios em mercados europeus mais maduros. Já o aumento das vendas de tecnologia contactless (sem contato) se baseia no fato desta ter sido adotada por grandes bancos nos EUA e pelo desempenho dos chamados combicards no Norte da Ásia.

Na área de identidade e segurança, por sua vez, o crescimento do faturamento no quarto trimestre foi puxado pela implementação em larga escala de passaportes eletrônicos na Europa. Até o fim de 2006, a Gemalto já fornecia soluções de passaportes a 14 países no mundo inteiro.

Já a entregas de dispositivos pessoais de segurança digital, por outro lado, mostraram um crescimento de 24% em unidades no quarto trimestre, crescimento este sustentado por uma demanda robusta em todos os principais segmentos de negócios, segundo a empresa. Durante 2006, o crescimento nas entregas de dispositivos pessoais de segurança digital foi de 31%. O faturamento se manteve praticamente estável. Após ajustar o efeito da aquisição da Setec no primeiro semestre de 2005, o faturamento total do ano caiu 3%.

No segmento de cartões SIM, considerando-se todo o ano de 2006, as entregas aumentaram 33%. O preço médio de venda caiu 31% em termos proforma, principalmente devido a pressão de preços da concorrência durante o primeiro semestre do ano, e por uma mudança importante no mix geográfico. A forte demanda dos países emergentes foi o principal fator para a expansão do volume de entregas ? sua participação no total subiu 8 pontos percentuais em 2006 em comparação com o ano anterior.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top