Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Portugal Telecom anuncia recompra de 16,5% de seu capital

Postado em: 27/02/2007, às 22:59 por Redação

A Portugal Telecom esclareceu nesta segunda-feira (27/2), em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) portuguesa, que poderá comprar mais de 16,5% de seu capital próprio, em um programa de recompra de ações em que pretende gastar 2,1 bilhões de euros (cerca de R$ 5,8 bilhões).

Na nota, a operadora de telecomunicações reafirma que as ações serão adquiridas ao preço de mercado, até o valor máximo de 11,5 euros por ação, correspondendo à aquisição de um mínimo de 16,5% do capital social atual da PT.

O comunicado enviado à CMVM é a resposta ao pedido feito à Portugal Telecom pela entidade que regula o mercado de capitais para esclarecer os acionistas sobre o programa de recompra de ações anunciado em 20 de fevereiro, confirmou à Agência Lusa fonte oficial da companhia.

?O programa será submetido à aprovação da assembléia geral de acionistas por maioria qualificada inerente à alteração dos estatutos para redução do capital social", acrescenta o comunicado.

A Portugal Telecom, que no Brasil detém 50% da operadora Vivo, explica ainda que o conselho de administração da empresa reserva-se o direito de otimizar a estrutura de capital após o insucesso da oferta da Sonaecom. No mesmo comunicado, a operadora recorda que o valor total da remuneração que pretende distribuir aos acionistas, caso a oferta pública de aquisição (OPA) lançada pela Sonaecom falhe, atinge 6,2 bilhões de euros (aproximadamente R$ 17,2 bilhões).

"A remuneração total dos acionistas no período 2006-2009 irá atingir um montante de 6,2 bilhões de euros, equivalentes a 5,6 euros por ação, ou mais de metade da oferta da Sonaecom, de 10,5 euros?, sublinha a PT no comunicado.

Do pacote de remuneração de acionista ainda faz parte a distribuição 180,6 milhões de ações da PT Multimedia (PTM), que equivale a 2,1 bilhões de euros (cerca de R$ 5,8 bilhões), o que corresponde a 1,8 euro por ação, bem como o pagamento de um dividendo igual a 0,475 euro e um compromisso de pagamento de um dividendo anual de 0,575 euro por ação em 2008 e 2009. O pagamento desses dividendos ocorrerá uma vez concluído o programa de recompra de ações, afirma a PT, sustentando que a um preço por ação de 10,5 euros, equivale a um dividend yield (rentabilidade) anual de 6,9%.

A operadora ressalva que esse cenário tem por base "o ajuste teórico no preço por ação da distribuição das ações da PTM e assumindo um impacto neutral na cotação decorrente do programa de aquisições próprias e distribuição anual de dividendos".

A empresa acrescenta ainda que o impacto da revisão do pacote remuneratório proposto "não assume relevância material nos encargos financeiros" da empresa, tendo as agências de risco Moody's e Standard & Poor's mantido inalteradas as suas respectivas de notações de rating".

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top