Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Visa investe para reduzir fraude com cartões

Postado em: 27/04/2006, às 19:19 por Claudiney Santos

Trinta e três por cento das fraudes de cartão do sistema Visa International no mundo estão relacionados com roubo e extravio de cartões e 62% relacionado à clonagem e uso não autorizado.

A informação é de Alfredo Perez, vice-presidente sênior de suporte da empresa para a região da América Latina, ao anunciar uma séria de iniciativas que a operadora está implementado para diminuir os problemas de segurança.

A Visa está investido num sistema de segurança mundial denominado AIS – Account Informaion Security que protege a informação do cartão durante toda a transação; o Verified By Visa, que autentica o estabelecimento e o portador na hora da compra on line.

Além disso, está selecionando consultorias e empresas de auditoria para prestar serviços junto à rede de estabelecimentos filiados e investindo em programas de educação.

3 Minutos

A Visa confirma para o emissor do cartão em no máximo três minutos a probabilidade de fraudes. Na média, em metade desse tempo.

?O sistema Issuer Fraud Detection (IFD) ser alimenta de informações paramétricas para avaliar o grau de possibilidade de fraude. Se for detectado risco, o sistema cancela o cartão e emite outro automaticamente para o usuário?, diz Isabel Silva, diretora de Risco da Visa do Brasil.

Segundo ela, hoje um maiores problemas em relação à fraude está ligada ao roubo de informações capturadas na internet, por meio de phishings, páginas falsas, etc, principalmente por pessoas de mais idades, não habituados ao uso de internet ou que fornecem informações por telefone.

No sistema Visa da América Latina, o percentual de fraude é de US$ 0,03 para cada US$ 100,00 faturados contra a média global de US$ 0,06, 1% do total de vendas no mundo. Ela registra a cifra de mais de 100 milhões de transação por dia.

A estatística na América Latina mostra que 60% das fraudes são relativas à falsificação (no Brasil, o número é menor, 52%); 20% através de operação na internet/telefone; 10% por roubo; 7% de perda; 1% falsidade ideológica, 1% de cartões não recebidos e 1% outros.

Cartões com chip

A Visa aposta nos cartões com chips embutidos para diminuir a fraude. A adoção de cartões com chips por sete bancos emissores (total de 6,3 milhões de cartões em março de 2006) diminuiu em 260% o custo operacional nos últimos 18 meses; a base instalada de POS ? terminais de ponto de venda que lêem o chip cresceu 200%; 73 mil caixas eletrônicos também aceitam o dispositivo.

A diretora de Risco explica que o cartão com chip já existe há dez anos, e que o argumento de ser um dispositivo caro para os bancos não justificava sua implantação não é mais válido. ?O custo de um cartão com chip de 4Kb é barato, e bancos com grande número de correntistas, como Itaú e Bradesco, já estão implantando-os nos cartões de débito?, conclui.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top