Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Estudo aponta alto índice de vazamento de dados por usuários móveis

Postado em: 27/09/2007, às 19:36 por Redação

Quanto maior o acesso à tecnologia móvel nas corporações, maior a probabilidade do usuário enviar informações confidenciais da empresa por mensagem instantânea ou webmail. A constatação é de uma pesquisa recente realizada pela Trend Micro, fornecedora de software e serviços de segurança de conteúdo da internet, sobre o comportamento de funcionários corporativos móveis. Segundo o estudo, o índice de vazamento de dados por usuários móveis já é bastante elevado.

A pesquisa aponta que no Japão os usuários corporativos, tanto móveis quanto de desktops, são mais propensos do que os de outros países a fornecer informações confidenciais para colegas ou parceiros de negócios por meio de mensagens instantâneas ou webmail. Já nos EUA, 58% dos entrevistados que tinham acesso à internet fora da rede da companhia, usando laptops da empresa, admitiram o envio de informações confidenciais por webmail.

Na Alemanha, Inglaterra e EUA, os usuários móveis também são mais propensos a adotarem comportamento de risco online, como visitar websites de redes de relacionamentos e fazer o download de filmes, enquanto estão conectados à rede da empresa. Dos entrevistados alemães, por exemplo, 54% fizeram o download de arquivos executáveis quando usavam a rede da companhia, em comparação com 41% dos usuários de desktops. O Japão foi o único país pesquisado onde essa conduta foi diferente dos demais. Lá, apenas 49% dos usuários finais móveis fizeram o download de arquivos executáveis quando estavam usando a rede da companhia, em relação aos 41% dos usuários de desktops.

O estudo analisou respostas de 1,6 mil usuários corporativos de computadores nos EUA, Reino Unido, Alemanha e Japão. Em todos os países pesquisados, exceto o Japão, quanto mais recursos de mobilidade tem o usuário da empresa, maior a probabilidade dele receber spams e ataques de phishing. Nos EUA, por exemplo, 77% dos funcionários móveis admitiram ter recebido spams no trabalho durante os últimos três meses, em comparação com 68% dos usuários de desktops. Além disso, 40% dos funcionários móveis nos EUA disseram ter sido vítimas de ataques de phishing no trabalho durante esse período, em comparação com 31% dos usuários de computadores.

Dos funcionários móveis no Reino Unido, 76% disseram ter recebido spams no trabalho durante os últimos três meses, em comparação com 63% dos usuários de desktops. Do mesmo modo, 80% dos funcionários móveis alemães relataram o recebimento de spams no trabalho nos três últimos meses, em comparação com 70% dos usuários de desktops.

A pesquisa traz indícios de que usuários móveis normalmente têm mais experiência técnica e mais conhecimento sobre ameaças de segurança como pharming e phishing. Nos EUA, por exemplo, 61% mostram estar cientes das ameaças da web, em comparação com 49% dos usuários de computadores.

Tais comportamentos de risco, de acordo com o estudo, são preocupantes, porque as ameaças da web são mais predominantes hoje, e também o vetor de ameaças com crescimento mais rápido. Segundo a Trend Micro, elas estão mais sofisticadas, usam múltiplos componentes e utilizam a web para se atualizar, esconder, comunicar e transmitir informações roubadas. Com os hackers tornando-se mais organizados e cada vez mais motivados por lucro, as oportunidades criminosas são maiores do que nunca.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top