Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Expansão fraca do número de usuários no trimestre faz ações do Twitter desabarem mais de 11%

Postado em: 27/10/2014, às 18:35 por Redação

Um ano após sua oferta pública inicial de ações (IPO) na Nasdaq, o Twitter ainda enfrenta dificuldade para convencer os investidores a olhar além da métrica do crescimento do número de usuários. Embora a receita da rede de microblogs tenha mais que dobrado no terceiro trimestre deste ano, totalizando US$ 361 milhões, um crescimento de 114% na comparação com os US$ 168,8 milhões registrados um ano antes, o número de usuários vem crescendo menos que esperado.

De acordo com o último informe de resultados, o número de usuários que entra no site ao menos uma vez ao mês, que vinha ganhando força nos últimos trimestres, voltou a cair, reacendendo as preocupações de que o Twitter esteja tendo problemas para manter o mesmo crescimento registrado pelo rival Facebook.

O Twitter disse ter acrescentado 13 milhões de usuários ativos mensais no terceiro trimestre, um aumento de 4,8%, atingindo 284 milhões de usuários em todo o mundo. A estimativa dos analistas, porém, era de uma expansão de 6,3%.

O problema para a empresa é convencer os investidores que é maior do que o que parece ser. Analistas de Wall Street observan que eles permanece obstinadamente focados na rentabilidade por usuário. Assim, os investidores avaliam que quanto mais usuários forem adicionados e quanto mais tempo eles passarem no Twitter, maior é o potencial para publicidade segmentada, a principal fonte de receita do Twitter, que totalizou US$ 320 milhões no trimetre, um incremento de 109% ano sobre ano.

Para piorar o quadro, a empresa aumentou o prejuízo para US$ 175 milhões entre julho e setembro, contra uma perda de US$ 65 milhões um ano antes. Isso fez com que as ações da rede de microblogs no after-hours trading, negociação após o fechamento do pregão da Nasdaq, tivessem desvalorização de mais de 11%, nesta segunda-feira, 27, com os papéis negociados a US$ 43,19, levando a uma perda de cerca de US$ 3 bilhões em seu valor de mercado, para US$ 26,9 bilhões. Com informações do The Wall Street Journal.

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top