Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Lucro trimestral da Apple cresce mais de 30% impulsionado pelas vendas de iPhone na China

Postado em: 27/10/2015, às 20:21 por Erivelto Tadeu

A Apple divulgou no início na noite desta terça-feira, 27, após o fechamento dos mercados, que seu lucro trimestral subiu 31%, puxado pela forte demanda por iPhones na China. O lucro líquido no quarto trimestre do ano fiscal de 2015, encerrado em 26 de setembro, totalizou US$ 11,12 bilhões ante US$ 8,47 bilhões registrados em igual período do exercício fiscal anterior. O lucro por ação cresceu mais acentuadamente, para US$ 1,96 contra US$ 1,42 um ano antes, devido ao programa agressivo de recompra de ações da companhia.

A receita da Apple subiu 22%, para US$ 51,5 bilhões contra US$ 42,12 bilhões contabilizados no mesmo período um ano antes. O informe de resultados também mostra que a margem bruta, o percentual da receita que permanece após os custos de produção, cresceu para 39,5% — a margem bruta é uma medida para avaliar a rentabilidade.

Segundo a Apple, no quarto trimestre fiscal foram vendidos 48,04 milhões de iPhones, superando as vendas de 39,27 milhões de unidades um ano antes. No entanto, o volume ficou aquém das estimativas de 48,72 milhões de unidades dos analistas. As vendas no trimestre incluíram apenas dois dias úteis em que foram comercializados seus modelos mais recentes, o iPhone 6S e 6S Plus.

As vendas do iPhone foram impulsionadas pela China, onde o smartphone se tornou uma marca premium, semelhante à grife de luxo Prada ou aos relógios Rolex. As vendas na chamada Grande China, que inclui Hong Kong e Taiwan, subiram 99%, para US$ 12,5 bilhões. Mas, no geral, elas tiveram uma ligeira redução em relação ao trimestre anterior.

O CEO da Apple, Tim Cook, disse durante teleconferência com analistas que espera que as vendas do iPhone cresçam novamente no trimestre atual. Alguns analistas questionaram se as vendas do iPhone poderiam cair no trimestre atual na comparação com o ano passado, quando a Apple vendeu um recorde de 74,46 milhões de iPhones. "Estamos muito confiantes de que podemos crescer neste trimestre", disse Cook em entrevista ao The Wall Street Journal.

Para o atual trimestre, que termina em dezembro, a Apple disse que espera uma margem bruta de entre 39% e 40%. A empresa prevê que a receita fique em US$ 75,5 bilhões a US$ 77,5 bilhões.

O resultado foi recebido com cautela por Wall Street. Ações da Apple tiveram alta discreta de 0,32%, para US$ 114,82, no after-hours trading, negociação após o fechamento da Nasdaq.

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top