Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Citrix apura receita de US$ 260 milhões no 1º trimestre

Postado em: 28/04/2006, às 18:07 por Redação

A venda de novas licenças de software, a atualização das licenças e a área de serviços técnicos (que inclui consultoria, treinamento e suporte) impulsionaram os negócios da Citrix nos três primeiros meses de 2006. O balanço divulgado pela companhia aponta um crescimento de 29% na receita, que somou US$ 260 milhões, ante os US$ 202 milhões contabilizados no mesmo período do exercício passado.

?Nossos resultados foram excelentes. Tivemos outro trimestre de fluxo de caixa muito sólido?, comemorou o presidente e CEO da companhia, Mark Templeton. De acordo com o executivo, houve um crescimento significativo de atualização de licenças, especialmente para a versão 4 do Presentation Server.

Segundo o balanço, a receita com licenciamento de produtos evoluiu 27% e a de atualizações cresceu 22%. Entretanto, as áreas que mais cresceram foram a de serviços online, que somaram US$ 32 milhões (55% do faturamento total), e a de serviços técnicos, que atingiram índice de 42%.

Considerando o critério GAAP, o lucro líquido da Citrix saltou de US$ 39 milhões para US$ 45 milhões, na comparação entre os dois períodos. Entre janeiro e março deste ano, o lucro líquido não-GAAP foi de US$ 61 milhões, representando um incremento de 45% em relação aos três primeiros meses de 2005. Esse montante exclui os efeitos da amortização dos ativos intangíveis relacionados, principalmente, a combinações de negócios e aos efeitos da remuneração baseada em ações (esta última afetou o lucro operacional em cerca de US$ 12 milhões).

A região em que a Citrix mais cresceu foi nas Américas (27%), seguida da Europa, Oriente Médio e África (26%) e da região do Pacífico (18%). A companhia encerrou o trimestre com um fluxo de caixa de operações de US$ 95 milhões, em comparação com os US$ 73 milhões no primeiro trimestre de 2005. Isso leva o fluxo de caixa total de operações para 12 meses para US$ 316 milhões.

Diante desses números, a Citrix desenha um cenário bastante promissor no segundo trimestre. A previsão de Mark Templeton é obter receia líquida de US$ 259 milhões a US$ 265 milhões, contra os US$ 211 milhões do segundo trimestre de 2005. Para o ano, o executivo projeta uma receita líquida na faixa de US$ 1,07 bilhão a US$ 1,09 bilhão.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top