Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

SUSE reforça importância das alianças para o mercado open source

Postado em: 28/09/2017, às 11:17 por *Claudiney Santos, de Praga, Checoslováquia

Contabilizando uma comunidade Linux de mais de 600 mil profissionais, a SUSE tem como um dos seus pilares estabelecer parcerias e alianças, para o desenvolvimento conjunto de soluções para o mercado enterprise. Durante a realização da conferência Susecon 2017, que termina nesta quinta-feira, 28, em Praga, Checoslováquia, ela apresentou diversas iniciativas em conjunto com fabricantes de hardware, como HPE, Fujitsu, Cisco, Dell-EMC, IBM, Intel, Huawei, entre outros; e fornecedores de software como Microsoft e SAP, alianças que abrem mercado para empresa na América Latina, em especial essas duas últimas, que têm grande presença na região.

Outro posicionamento da empresa nesse sentido é sua participação no consórcio Cloud Foundry, plataforma padrão de aplicativos de nuvem de código aberto da indústria para desenvolver e implantar aplicativos de nuvem corporativa, que podem ser escritos em praticamente qualquer idioma e são implantados em contêineres em várias infraestruturas de nuvem. Dela fazem parte os principais fornecedores de tecnologia, de nuvem e alguns grandes usuários, como American Airlines, Ford, Allianz, GE Digital, Philips, The Home Depot e Volkswagen.

O Cloud Foundry concorre com o OpenShift, consórcio do qual participa a RedHat, principal concorrente da SUSE do mercado de Open Source.

Naji Almahmoud, vice-presidente de Alianças, Soluções e Desenvolvimento de Negócios da SUSE, explica que existem 3 categorias de alianças, que abrange fornecedores globais, ISVs e plataformas de cloud, cada uma envolvendo uma série de "services pack", com períodos de 12 a 18 meses sem custo, entre outros benefícios e treinamentos.

"O mais importante é que trabalhamos junto com essas empresas no desenvolvimento de soluções para construir as melhores aplicações para os clientes. Por exemplo, trabalhamos com a SAP desde 1999; com a Microsoft mais de 10 anos", salienta o executivo.

Alianças

A SUSE e a SAP, ambas as empresas de origem alemã, tem uma parceria antiga de 18 anos. A mais recente iniciativa foi o trabalho conjunto para o desenvolvimento inicial da plataforma SAP HANA rodando no sistema operacional Linux Enterprise que e agora foi para a nuvem SAP Cloud Platform.

Björn Goerke, diretor de tecnologia e presidente da SAP Cloud Platform, comentou que "a SAP vem trabalhando com a SUSE para resolver desafios de infraestrutura de TI há mais de 18 anos. Estamos entusiasmados com o fato de que os centros de dados SAP Cloud Platform SAP agora aproveite as soluções de código aberto confiáveis e de alto desempenho da SUSE para gerenciar e implantar máquinas virtuais, bem como armazenar e gerenciar dados críticos corporativos"             .

"Os clientes esperam níveis extremamente elevados de confiabilidade, escalabilidade e desempenho, e o SUSE trabalhou em estreita colaboração com a SAP para ajudar a garantir que o Cloud Storage OpenStack e o SUSE Enterprise Storage com SAP Cloud Platform forneçam exatamente isso", disse Thomas Di Giacomo, diretor de tecnologia da SUSE. "Nossas raízes compartilhadas são profundas, pois o SUSE Linux Enterprise Server para Aplicações SAP tem sido uma plataforma líder para soluções SAP no Linux. Hoje, a SUSE também colabora com a SAP na Fundação Cloud Foundry e compartilha uma visão para a convergência de Kubernetes, contêineres e tecnologias Cloud Foundry. Por meio de tudo isso, a SUSE deve continuar a ser a melhor plataforma e provedor de tecnologia de fonte aberta para executar aplicativos, serviços e cargas de trabalho SAP".

Microsoft

Depois da polêmica na década de 90 envolvendo Microsoft versus Linux, as empresas trabalham juntas a mais de dez anos, para que todas as aplicações possam rodar juntas, e agora também na plataforma SUSE nuvem Azure. "Não existe mais aquela imagem que mercado Open Souce significa ser contra os sistemas proprietários. Eles podem colaborar conviver de forma integrada", ressalta Nils Brauckmann, CEO da SUSE.

Parceria da Microsoft e SUSE em todas as aplicações

 Plataformas

O mercado de sistema operacional Linux, segundo dados de consultorias especializadas, está crescendo de US$ 1,97 bilhão em 2016 para US$ 2,88 bilhões em 2019, um crescimento acumulado de ano sobre ano de 13,5%. O segmento de Open Stack na nuvem está estimado em US$ 1,09 bilhão; o de SDS em US$ 1,39 bilhão em 2019; enquanto o de container chegará a US 3,4 bilhões em 2021.

Esses números estão sendo alavancados pelas novas tecnologias como Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Machine e Deep Learnig, Computação Visiual, Big Data, entre outras, que exigem plataformas que agilizem a criação de aplicativos com desenvolvimento ágil (DevOps) e infraestrutura que armazenem uma grande massa de dados de forma inteligente, que não impliquem em aumento de custos pela aquisição de mais storage.

Para atender essas demandas, as principais iniciativas apresentadas pela SUSE durante seu evento anual foram:

SUSE OpenStack Cloud, uma plataforma automatizada de computação em nuvem que ajuda as organizações a implementar rapidamente e gerenciar facilmente nuvens privadas de alta capacidade e hypervisor altamente disponíveis. A versão mais recente é baseada na versão OpenStack Newton.

SUSE Enterprise Storage, uma solução de gerenciamento de armazenamento inteligente definida pelo software, alimentada pela tecnologia Ceph. Ele permite que a TI transforme sua infraestrutura de armazenamento corporativo para adaptar-se perfeitamente às mudanças nas demandas de negócios e dados, oferecendo um armazenamento econômico, altamente escalonável e resiliente, usando servidores e unidades de disco disponíveis na indústria.

SUSE CaaS, solução de gerenciamento de contêineres de classe empresarial que permite aos profissionais de TI e DevOps implantar, gerenciar e dimensionar aplicativos e serviços baseados em contêiner de forma mais fácil. Como resultado, as empresas podem reduzir os prazos de entrega de aplicativos e melhorar a agilidade nos negócios.

*O jornalista viajou a Praga, Checoslováquia, a convite da empresa.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top