Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Telefônica/Vivo e Mastercard anunciam parceria para pagamentos por celular

Postado em: 28/11/2012, às 18:34 por Bruno do Amaral

Menos de uma semana após anúncio semelhante da Claro e do Bradesco, a Telefônica/Vivo e a bandeira de cartões de crédito MasterCard International divulgaram nesta quarta-feira, 28, em São Paulo, uma parceria para a formação de uma nova empresa: a Mobile Financial Services (MFS). O objetivo do projeto, ainda em fase de testes e com lançamento previsto para abril de 2013, é oferecer uma solução de pagamentos móveis com vantagens suficientes para a adesão da população desbancarizada ao serviço, que une pequenas transações via celular e um cartão pré-pago para saques e compras no varejo.

As transações via celular são feitas pela tecnologia USSD (Unstructured Supplementary Service Data), uma espécie de mensagem de texto e interface que funcionam em qualquer celular GSM. Nesses aparelhos, o usuário (apenas da Vivo) poderá realizar transferências de valores pequenos e recargas para o próprio número ou para o de outro usuário da operadora. Compras e saques nos 70 mil terminais de autoatendimento da rede Cirrus (que incluem caixas do 24 Horas) no Brasil precisam necessariamente ser realizados pelo cartão de plástico. A ativação é sem custo e demanda envio de SMS para cadastro e ligação para o SAC da empresa para desbloqueio do cartão.

O nome do serviço ainda não foi escolhido, mas há quatro modelos de tarifas sendo testados no momento. As empresas se recusaram a revelar maiores detalhes, limitando-se a dizer que seriam taxas "bastante vantajosas" para os clientes. Haverá uma recarga mínima na conta do serviço, que poderá ser de um valor de R$ 20.

Ao ser apresentado à imprensa, o presidente da MFS Serviços de Meios de Pagamento, Marcos Etchegoyen, afirmou que a meta é atingir os clientes da operadora que não possuem conta em banco, em geral as classes C e D que possuem assinaturas de telefonia móvel pré-pagas: "Queremos inclusão financeira. Se amanhã ou depois o cliente ficar bancarizado, melhor: cumprimos nosso papel". Ele diz que a meta é de lançamento em abril do próximo ano é para cinco cidades iniciais, fazendo o roll-out para o restante do País entre junho e julho. Etchegoyen espera que, até o final de 2013, a MFS conte com 200 mil clientes ativos, fazendo em média entre 1,8 e 2,3 transações por mês, o que significaria em torno de 500 mil transações mensais ao todo.

Etchegoyen diz que o serviço não competirá com outra solução da Telefônica/Vivo apresentada em agosto: a parceria com o PayPal. Nela, na qual o cliente precisa de um cartão de crédito vinculado à conta do serviço eletrônico. "Nosso objetivo é justamente levar serviços a quem não tem acesso a banco, é complementar", diz o presidente da MFS.

Instituições financeiras

Os bancos não foram excluídos da solução, pelo contrário. Na prática, haverá uma conta para cada cliente, na qual ficará depositado o dinheiro e que será vinculada ao número do celular. O executivo diz que são três instituições escolhidas, mas não revelou nomes. "É como um cartão pré-pago usado em viagens internacionais", compara o presidente da Mastercard, Gilberto Caldart. Ele explica que soluções mais robustas, como NFC ou o Paypass Wallet da empresa, são "apenas uma possibilidade", já que o foco dessas tecnologias é maior em smartphones.

O serviço da MFS já tem um acordo com uma grande empresa de varejo, com 250 mil estabelecimentos. "Queremos 500 mil em um segundo acordo", diz Marcos Etchegoyen, lembrando que o objetivo é atingir 100% da cobertura da Vivo no País.

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top