Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

EMC Brasil define gestão de conteúdo como principal foco para 2012

Postado em: 29/11/2011, às 18:03 por Erivelto Tadeu

Após cinco anos realizando um intenso trabalho de aculturamento e educação das empresas sobre a importância de se ter uma gestão de conteúdo ágil e eficaz, em razão da explosão do volume de informações, e de criação de uma rede de parceiros de negócios nessa área, a EMC Brasil, fabricante de sistemas de armazenamento e gerenciamento de informação, definiu esse segmento de mercado como prioridade para o ano que vem. A informação é do diretor presidente da EMC Brasil, Carlos Cunha, para quem a computação em nuvem vai expor cada vez mais essa necessidade.

“Nos próximos anos, as empresas enfrentarão cada vez mais o desafio de gerenciar grandes volumes de dados, envolvendo o armazenamento de arquivos enormes, os chamados big datas, e de tornar essas informações acessíveis, de forma estruturada”, avalia. De acordo com ele, quando a empresa ingressou no mercado de gestão de conteúdo a subsidiária brasileira não estava preparada para implementar os sistemas por causa da inexistência de um ecossistema de parceiros de negócios capacitados. Hoje, segundo Cunha, a empresa não só já  conta com uma lista significativa de empresas parceiras, que inclui a Kaizen, Montreal, Delloite, CSC, CPM Braxis, entre outras, como tem uma presença forte nesse mercado, com clientes como a Usiminas, Superior Tribunal de Justiça, Banco Central, Sebrae, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Embraer.

Para apoiar a estratégia na área de gestão de conteúdo, a EMC vai construir no Rio de Janeiro um centro de pesquisa e desenvolvimento (P&D) de soluções baseado no conceito de big data. A previsão, segundo Cunha, é que ele seja concluído no prazo de 18 a 24 meses. Enquanto não fica pronto ele vai funcionar provisoriamente num escritório na região central da cidade. “No momento estamos no processo de contratação de profissionais para o centro”, conta ele.

Em junho, em visita ao Brasil, Pat Gelsinger, presidente e diretor operacional de produtos de infraestrutura da informação da EMC Corp., anunciou que a companhia planeja investir US$ 100 milhões no Brasil nos próximos cinco anos para reforçar sua capacidade em P&D, vendas, serviços e fabricação para atender a demanda do mercado brasileiro.

Cunha diz que nos últimos três anos o segmento de gestão de conteúdo na EMC registrou crescimento de três dígitos, ficando acima até da área de storage, que é o carro-chefe da empresa. “Mas temos de considerar que partimos de uma base pequena, enquanto no segmento de storage somos líderes de mercado há vários anos.” O executivo ressalta, no entanto, que no business plan de 2012 a 2014 a previsão é que o segmento passe também a ter crescimento de dois dígitos. Mesmo assim, ele calcula que a área de gestão de conteúdo deve registrar expansão de 50%, ao passo que a de storage deve se manter na casa dos 20%.

Atualmente, a América Latina responde por cerca de 4% do faturamento global da EMC, sendo que o Brasil representa entre 45% e 50% do total. No ano passado, a companhia registrou lucro líquido de US$ 1,89 bilhão e receita de US$ 17,01 bilhões.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top