Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Outsourcing permite integração da Rede Sinodal

Postado em: 30/07/2007, às 20:09 por Redação

Composta por 60 instituições espalhadas por seis Estados brasileiros (Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande), a Rede Sinodal reúne escolas de ensino ligadas à Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). Com cerca de 40 mil alunos, a instituição terceirizou a sua área de TI para unificar, por meio de ERP, as escolas, além de permitir que funcionários, pais e alunos tivessem acesso aos dados acadêmicos.

?Percebemos que com o aumento de acesso, tínhamos que ter um data center dedicado e capacitado. Isso não seria possível dentro de casa, a não ser que tivéssemos um data center, o que sairia muito mais caro?, Humberto Schneider, coordenador administrativo da rede Sinodal.

Uma análise elaborada pela Sinodal constatou que seria necessário gastar R$ 114mil para ter um data center rodando dentro de uma das unidades. O contrato atual, firmado em novembro de 2006, e válido por um ano, está avaliado em R$ 80 mil.

Com a terceirização dos serviços, o grupo adotou uma solução de infra-estrutura de TI sob demanda. A área de softwares está a cargo da RM Sistemas, o que permite a integração de Gestão Acadêmica, Administrativa e de RH. Já o data center é gerenciado pela Corpflex, o que reduz falhas humanas e quedas de conexão, com monitoramento 24 horas por dia, sete dias na semana, o ano todo.

De acordo com o coordenador, a opção pelo outsourcing ocorreu pela vantagem de não requisitar investimento inicial em hardware (servidores de acesso para backup, espaço físico climatizado e salas) e softwares (compra de bancos de dados, antivírus) e a contratação de especialistas para manter o sistema funcionando (profissional da área de informática).

A implantação do projeto está ocorrendo de forma gradativa. ?A princípio estamos migrando sistemas e servidores de apenas nove escolas ? o que deve ser concluído até o final deste ano. Para o início do próximo, temos mais três escolas interessadas?, afirma Schneider.

Antes do outsourcing, cada escola ligada a Sinodal tinha individualmente sua proposta de TI. Praticamente todas tinham um ou mais servidores de dados na escola e desktops para utilização em seus setores. Com o projeto será possível consolidar estatísticas e análises que futuramente poderão auxiliar cada escola no seu trabalho acadêmico-administrativo, buscando criar e documentar os processos internos. ?O objetivo é vir a criar uma cultura de sistemas entre as escolas da Rede?, completa.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top