Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Lula sanciona lei que transforma Ceitec em empresa pública

Postado em: 30/07/2008, às 19:55 por Redação

O presidente Lula sanciona nesta quinta-feira, 31, a lei que cria o Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec), empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

O Ceitec, sediado em Porto Alegre (RS), poderá contar com unidades em outros estados e até no exterior. O centro será uma empresa pública especializada no desenvolvimento e produção de circuitos integrados de aplicação específica (ASICs). A unidade já recebeu cerca de R$ 270 milhões em investimentos do governo e até o fim de 2009 deve concluir a fabricação do primeiro circuito integrado desenvolvido no país.

Entre as principais metas do Ceitec também está a inserção do Brasil no mercado global de semicondutores. Segundo o MCT, os investimentos feitos no setor permitirão a implantação de outras empresas de microeletrônica no país, que vão estimular a formação e capacitação de mão-de-obra especializada e a modernização de outros setores industriais na América Latina.

No Ceitec serão desenvolvidas tecnologias nas áreas de semicondutores, microeletrônica e afins. A empresa poderá negociar a produção dos circuitos integrados, a concessão de licenças ou de direitos de uso de marcas e patentes, ou ainda promover a transferência de conhecimentos gerados no centro. A empresa também atuará nas áreas de formação de recursos humanos, por meio de intercâmbio com universidades e centros de excelência em pesquisa e desenvolvimento, com outros órgãos públicos e com empresas privadas.

Ainda farão parte de sua atuação a promoção e o suporte de empreendimentos inovadores nas áreas de software e hardware; o fornecimento de informações, disseminação de tecnologias alternativas e a realização de trabalhos integrados com instituições de pesquisa e desenvolvimento com outros órgãos públicos e empresas privadas.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top