Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Febraban prepara plataforma de m-payment unificada

Postado em: 30/08/2011, às 17:34 por Fernando Paiva

Os bancos brasileiros estão trabalhando em conjunto para criar uma plataforma única e interoperável de pagamentos móveis para o País. As discussões acontecem no âmbito da Febraban há cerca de três anos e agora, depois de vários atrasos, se aproximam de sua conclusão: a elaboração das definições técnicas e a escolha de um desenvolvedor devem acontecer ainda este ano. A expectativa é de que a plataforma seja lançada em 2012.
A ideia é que o sistema permita transferências financeiras, através do celular, entre correntistas de quaisquer bancos do Brasil, assim como pagamentos a lojistas. A tecnologia utilizada pelo usuário final para realizar a transação poderá variar desde uma mensagem de texto (SMS) até o uso de um aplicativo móvel ou de Near Field Communications (NFC), ficando a critério de cada banco. A plataforma, na prática, cuidará apenas do clearing dessas transações entre as instituições financeiras. Será necessário contratar uma empresa externa para gerenciar o sistema, tal como é feito hoje pela Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) no clearing de DOCs e TEDs. Por sinal, a CIP é tida como candidata natural a realizar esse papel em m-payments.
Para o usuário final, o serviço será como uma carteira eletrônica, que ele carrega de dinheiro e vai gastando aos poucos, em transações realizadas via celular. "É importante gerarmos o hábito do uso. Para isso, o ideal são pagamentos pequenos e recorrentes, como a passagem em transportes públicos. Assim foi feito no Japão, por exemplo", cita Silvana Machado, vice-presidente da AT Kearney, que auxilia a Febraban nesse projeto. Ela destaca também a necessidade de o serviço ser seguro e fácil de usar: "Não pode ser algo complicado, cheio de senhas e contrassenhas". A precificação do serviço poderá variar de banco para banco. É provável que a Febraban defina um limite de valor por transação, por questões de segurança.

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top