Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Lucro da Lexmark tem queda de mais de 50% no trimestre

Postado em: 30/10/2007, às 19:30 por Redação

A Lexmark encerrou o terceiro trimestre com queda de 3% na receita na comparação com o mesmo período do ano anterior. O total registrado pela fabricante de impressoras e multifuncionais foi de US$ 1,195 bilhão, ante US$ 1,235 bilhão entre julho e setembro do ano anterior.

A margem de lucro bruta no período foi de 27,8%, a proporção de gastos operacionais em relação às receitas foi de 26,1 % e a margem de receitas operacionais foi de 1,7 %, o que resultou num lucro líquido de US$ 45 milhões, uma queda de mais de 52% em relação aos US$ 86 milhões registrados em igual trimestre de 2006. As receitas operacionais incluem US$ 15 milhões por encargos antes dos impostos para atividades de reestruturação da empresa.

A margem de lucro bruta no trimestre, segundo a empresa, teria sido de 28,2%, uma redução de 4,7% ? ante 32,9 % no mesmo período do ano anterior. Além disso, os gastos operacionais como porcentagem das receitas teriam sido de 25,2 %, ou seja, 2,7% a mais na comparação com 22,5% registrados no mesmo período do ano anterior.

A companhia encerrou o semestre com US$ 639 milhões e em títulos comercializáveis. O disponível líquido no terceiro trimestre por atividades operacionais foi de US$ 142 milhões. Os gastos de capital foram de US$ 39 milhões. A depreciação e amortização no trimestre foram de US$ 50 milhões. A companhia recomprou um total de ações no valor aproximado de US$ 295 milhões.

?Estamos tomando as medidas para mudar nosso foco de mercado de consumo para clientes de uso mais intenso, e aperfeiçoando nossa estrutura de custos e gastos. Ao mesmo tempo, estamos comprometidos em continuar nossos investimentos estratégicos, em desenvolver novos produtos e em reforçar nossa posição em segmentos de mercado em crescimento?, disse Paul J. Curlander, presidente e CEO da Lexmark.

O primeiro impacto dessas medidas veio com o anúncio nesta terça-feira (30/10) de um plano de reestruturação que inclui o fechamento de uma das fábricas de suprimentos de jato de tinta da empresa no México e medidas adicionais de otimização das fábricas restantes de jato de tinta naquele país. Além disso, a empresa vai reduzir custos e gastos em estruturas de suporte de negócios ao consolidar atividades globais e expandir o uso de centros de serviço compartilhados em regiões de baixo custo, e concentrar a área de marketing e de vendas em países ou regiões geográficas que tenham consumo mais alto de suprimentos. A Lexmark também vai cortar aproximadamente 1.650 funcionários até o fim de 2008, mas algumas das vagas serão sendo transferidas para países com custo de produção mais baixo.

A companhia calcula que essas medidas resultarão em custos de aproximadamente US$ 20 milhões em 2007 e US$ 70 milhões em 2008. O total de economia esperado pela reestruturação será cerca de US$ 40 milhões em 2008, e de US$ 60 milhões anuais.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top