Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Toshiba, Sony e Fujitsu entram na guerra dos laptops de baixo custo

Postado em: 31/07/2008, às 20:20 por Redação

A Sony, a Toshiba e a Fujitsu estão se preparando para lançar laptops ultraportáteis de baixo custo, em um esforço para entrar no florescente mercado da fabricante taiwanesa Asustek, cujo notebook Asus EeePC é vendido por algo em torno de US$ 300.

A Quanta, maior fabricante do mundo de notebooks sob contrato de OEM, tem planos de produzir um laptop nessa categoria para a Sony, de acordo com um a fonte próxima à empresa adiantou à reportagem da versão on-line do jornal britânico Financial Times.

A Inventec, outra fabricante de Taiwan que também produz um modelo de laptop para a HP, está fazendo uma montagem barata para um laptop da Toshiba. E um fabricante taiwanês de componentes disse que a Fujitsu está se preparando para fabricar seu próprio computador portátil de baixo custo.

O anúncio da Sony, Toshiba e Fujitsu é uma tentativa de barrar a ameaça de fabricantes de laptops baratos de "roubar" participação de mercado das versões de equipamentos de preço mais alto preço das companhias japonesas.

O sucesso sem precedentes da Asustek com o EeePC, lançado no fim do ano passado, já levou as três maiores fabricantes laptop mundiais, HP, Dell e Acer, a anunciar planos de lançar notebooks baratos.

Pequenos, leves e com funcionalidades de conectividade, os laptops mais caros, que podem custar US$ 2 mil ou mais, têm permanecido como um nicho de produto que dominam há vários anos o mercado.

Inicialmente, os especialistas da indústria acreditam que os desktops de baixo custo e os notebooks mais baratos é que sentirão mais fortemente o impacto nas vendas com a ascensão dos novos laptops de baixo custo – também chamados de netbooks, mininotes ou subnotes.

Mas as vendas do EeePC e de seus rivais mostram que os mini-notes mais baratos, que são vendidos por cerca de US$ 300, não são tão populares como os laptops de US$ 500 ou mais, devido às características técnicas mais robustas desses equipamentos.

Fujitsu confirmou que irá desenvolver um notebook de baixo custo visando os mercados de Hong Kong, China e Singapura. Mas o grupo japonês disse que não tinha decidido quando começará a vendê-lo.

A Fujitsu disse que somente começará a vender laptops de baixo custo no Japão quando estiver claro que há uma procura suficiente.

A Sony, a Toshiba e a Quanta se recusaram a comentar o assunto.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top