Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Samsung prevê que smart TVs funcionarão como centrais da 'Internet das Coisas'

Postado em: 06/01/2015, às 14:03 por Redação

O presidente e CEO da Samsung Electronics, BK Yoon, prevê que as smart TVs poderão funcionar como hubs da chamada "Internet das Coisas" (IoT, na sigla em inglês), interligando praticamente tudo, desde a cama em que dormimos, sensores, câmeras de vídeo, smartphones até geladeira e uma variedade de outros dispositivos e objetos, oferecendo mais praticidade e melhoria à vida dos consumidores. Para o executivo, aparelhos superinteligentes serão capazes até de sentir o cheiro do ambiente.

A previsão de Yoon foi feita na segunda-feira, 5, durante a abertura da feira de eletrônicos Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas, nos EUA. Ele adiantou, em entrevista ao jornal USA Today, que a empresa vai investir mais de US$ 100 milhões no desenvolvimento de dispositivos conectados. Yoon também disse que vai apelar para que desenvolvedores e empresas concorrentes façam um esforço conjunto no sentido de desenvolver padrões abertos para que os dispositivos de diferentes fabricantes possam funcionar juntos.

"Para a criação de um mercado e da era da Internet das Coisas, a colaboração entre todos os setores para possibilitar menos barreiras e uma comunicação contínua entre os dispositivos é absolutamente essencial", disse Yoon. Para ele, os novos dispositivos conectados devem ser projetados para atender aos estilos de vida dos consumidores. "Internet das Coisas deve ser human-centric", disse ele, observando que isso implica em que não se exija que o consumidor se adapte a novos comportamentos ou hábitos. "Isso é algo que vai ser naturalmente integrado ao cotidiano dos consumidores."

Segundo Yoon, vários aparelhos de smart TVs e smartphones já podem se comunicar, e o plano da Samsung é habilitar 90% do hardware da empresa para IoT até 2017 e todos os produtos, dentro de cinco anos. "Nosso objetivo é criar um universo IoT para que possamos proporcionar comodidade e segurança aos consumidores e melhorar suas vidas."

Yoon avalia que alguns dispositivos poderão, no futuro, identificar perfume, como hoje já é possível monitorar os batimentos cardíacos e outros cuidados com a saúde. "Na Samsung, estamos desenvolvendo um sensor que pode distinguir entre 20 diferentes aromas ou odores. Em muitos países em desenvolvimento, as pessoas usam briquetes de carvão para aquecer a sua casa. Um sensor pode detectar gases perigosos. Um monte de pessoas morre por isso. Então [o sensor] pode soar um alerta. Seria benéfico." E completou: "Eu acho que à medida que todas as coisas forem verdadeiramente conectadas, trarão transformações reais na maneira como vivemos".

Tags: , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top