Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Brasileiro fica mais tempo na web, mas TV ainda é o meio preferido para se informar, diz pesquisa

Postado em: 07/03/2014, às 12:40 por Redação

Apesar de a televisão ser o meio predileto de comunicação de 76,4% dos brasileiros, contra 13,1% que preferem a internet, os usuários da rede mundial de computadores ficam mais tempo navegando que os telespectadores passam assistindo a programas na TV, de acordo com pesquisa encomendada ao Ibope pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, divulgada nesta sexta-feira, 7.

De acordo com a sondagem, de segunda a sexta-feira, os internautas ficam, em média, 3h39 min na internet, enquanto os telespectadores passam 3h 29 min vendo TV. Os que ouvem rádio nesse período dedicam três horas e sete minutos a esse hábito e os que leem jornais impressos, uma hora e cinco minutos.

Ainda segundo o levantamento, enquanto 21% dos entrevistados com renda familiar de até um salário mínimo acessam a rede mundial semanalmente, o índice sobe para 75% entre os que têm renda superior a cinco salários mínimos.

Os mais escolarizados também levam vantagem: 87% dos entrevistados com nível superior disseram têm acesso à internet pelo menos uma vez por semana. Por outro lado, só 8% dos entrevistados que cursaram até a 4ª série acessam a rede mundial de computadores ao menos uma vez por semana.

Outro dado da pesquisa revela que 75% dos entrevistados nunca leem jornais e 85% nunca leem qualquer revista. Apenas 6% dos brasileiros entrevistados disseram ler jornais diariamente. Mesmo em baixa, o jornal impresso é o veículo apontado como de  maior credibilidade: 53% das pessoas consultadas responderam que confiam sempre, ou muitas vezes, nos jornais.

O estudo teve como objetivo saber por quais meios de comunicação o brasileiro se informa e também para subsidiar a elaboração da política de comunicação do governo federal. O levantamento custou R$ 2,4 milhões e o Ibope Inteligência ouviu 18.312 pessoas em 848 municípios entre os dias 12 de outubro e 6 de novembro do ano passado.

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top