Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Accenture revela aumento da escalada das ameaças cibernéticas de 2017

Postado em: 10/11/2017, às 19:45 por Redação

Relatório da iDefense – empresa da Accenture Security – a escalada do cibercrime e revela como alguns agentes continuam evoluindo suas habilidades para evitarem ser detectados.  O relatório prevê um aumento no número de agentes de ameaça, cujas capacidades estão sendo rapidamente expandidas por conta de fatores como a proliferação de ferramentas e exploits de baixo custo, customizáveis e com grande facilidade de uso.

O Relatório 2017 Cyber Threatscape examina as tendências mais importantes do primeiro semestre de 2017 e explora como os incidentes cibernéticos poderão evoluir nos próximos seis meses. O documento se baseia na coleta de inteligência, pesquisa e análise da iDefense, incluindo pesquisa com materiais públicos (open source).

Entre as conclusões relevantes do relatório estão as táticas reversas de fraude com as quais os criminosos cibernéticos estão aumentando o uso de táticas de fraude, entre as quais código antianálise, esteganografia e servidores de comando e controle descartáveis para disfarçar os dados roubados.

O aumento na divulgação de atividades de ameaça cibernética ao público e da responsabilização dos seus agentes poderão acelerar esta tendência de detecção e combate às fraudes, aumentando o custo dos esforços de defesa cibernética e a alocações de recursos para esse fim.

O relatório também Campanhas sofisticadas de phishing e diz que os criminosos cibernéticos continuam utilizando "iscas" familiares, como assuntos nas mensagens que fazem referência a faturas, remessas, currículos, transferências bancárias ou pagamentos em atraso. Entretanto, os ransomwares estão superando os cavalos de troia bancários como um dos tipos mais prevalentes de malware entregues por meio de técnicas de phishing.

De acordo com o relatório é provável que as atividades de espionagem e disrupção partindo de agentes patrocinados por governos continuem aumentando em resposta ao cumprimento de requisitos estratégicos de coleta de dados e motivações de caráter geopolítico, como sanções econômicas, exercícios militares e conflitos religiosos.

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top