Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Chatbots com IA poderão economizar US$ 3,6 bilhões na área da saúde em 2022

Postado em: 11/10/2017, às 13:03 por Redação

Novo relatório da Juniper Research revelaqu e as economias de custos anuais decorrentes da adoção de chatbots nos cuidados de saúde chegarão a US $ 3,6 bilhões globalmente até 2022, acima de US $ 2,8 milhões em 2017. Esse crescimento será de 320 % ao ano, uma vez que os chatbots alimentados por AI (inteligência artificial) gerarão experiências aprimoradas dos clientes para também atender os pacientes.

Usando sofisticados sistemas de chatbot, os pacientes poderão acessar os cuidados de forma mais rápida e fácil, melhorando o acesso aos cuidados e reduzindo a pressão sobre os sistemas de saúde com excesso de trabalho, assegurando interações mais eficientes.

China lidera o caminho na implantação do Chatbot

A pesquisa, "Digital Health: Vendor Analysis, Emerging Technologies & Market Previsions 2017-2022", descobriu que, apesar dos ensaios, por exemplo, do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, a implantação de chatbot será dominada pelo Extremo Oriente e pela China nos próximos cinco anos. Mais de metade das economias anuais realizadas por chatbots serão atribuídas a esta região em 2022. Devido à variada qualidade de atendimento em países como a China, os chatbots serão úteis para direcionar os pacientes para serviços adequados, o que, por sua vez, impulsionará a adoção.

A pesquisa previu que os chatbots, quando usados ??para triagem de pacientes, teriam um impacto dramático na eficiência da saúde. A Juniper instou os prestadores de serviços a se concentrarem em superar o atual nível de interoperabilidade de muitos sistemas de TI de saúde para permitir que o chatbots desbloqueie todos os benefícios possíveis. Além disso, citou a segurança dos dados como crítica para manter a confiança do paciente.

Além disso, a pesquisa descobriu que os chatbots enfrentam desafios substanciais nos sistemas de saúde desenvolvidos, como os dos EUA e do Reino Unido. Os sistemas em fase madura de desenvolvimento geralmente são mais conservadores na introdução de novas tecnologias do que outros, muitas vezes resultando em cuidados ineficientes.

A Juniper acredita que esse conservadorismo irá retardar a adoção de chatbot em relação a mercados emergentes, como a China e a Índia, onde as implantações em pequena escala já estão ocorrendo.

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top