Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Faturamento do e-commerce brasileiro deve atingir US$ 16 bilhões em 2019

Postado em: 12/12/2016, às 22:37 por Redação

De acordo com o estudo realizado pela consultoria Bain & Company, o e-commerce é um dos segmentos mais prósperos, que crescerá no Brasil 11% ao ano até 2019. A perspectiva é que o comércio eletrônico tenha um faturamento maior que o valor de 2015, que foi cerca de US$ 11 bilhões, com um aumento significativo para US$ 16 bilhões, após quatro anos de evolução.

Importante ressaltar que o comércio total registrou alta entre os anos de 2011 para 2015, o e-commerce obteve um crescimento de 17% ao ano, segundo o estudo da consultoria. A projeção é que dispositivos móveis vão acelerar o aumento de transações.

Segundo E-bit, empresa especializada no setor de vendas online, o e-commerce teve um aumento nominal de 15,3% em 2015 em comparação ao ano anterior. O faturamento de plataformas online brasileiras foram de R$ 41,3 bilhões no ano. De acordo com a pesquisa, o crescimento em vendas em e-commerces foi ocasionado por uma alta de 12% no tíquete médio.

Segundo o cofundador da E-bit, Pedro Guasti, o setor de e-commerce em geral obteve uma desaceleração em volume de vendas – mas o faturamento tem ocasionado no crescimento em preços médios.

As classes mais baixas tiveram menor consumo em plataformas on-line, em compensação, houve uma venda ampliada de produtos de maior preço. Levando em consideração que a inflação teve participação em produtos de e-commerce.

Segundo a 3º Pesquisa Nacional de Varejo Online, realizada pelo SEBRAE, os principais segmentos de atuação de e-commerces no Brasil, são: Moda, Casa e Decoração, Informática, Beleza e Eletrônicos/Telefonia. Onde os principais canais de atendimento no e-commerce com clientes são: E-mail, Facebook, Telefone, Chat e Whatsapp. Sendo que os principais canais para a concretização das vendas online, são: 72% – Redes sociais, 68% – Busca orgânica, 52% – E-mail Marketing, 44% – Links patrocinados, 35% – Whatsapp.

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top