Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Brasil terá mais de 42,6 milhões de acessos banda larga em 2017

Postado em: 14/05/2013, às 16:43 por Letícia Cordeiro

O aumento da demanda por conteúdos, serviços digitais e mídias sociais impulsiona o mercado de banda larga e o que se tem verificado no Brasil é a tendência de crescimento das ofertas de velocidades intermediárias de 2 Mbps e também acima de 5 Mbps. O resultado é que a velocidade média dos acessos à internet tem aumentado (encerrou dezembro em 4,68 Mbps), o preço por megabit, diminuído, e o total de conexões fixas e móveis à banda larga no país deve chegar aos 42,61 milhões de acessos em 2017. A projeção é do Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0, realizado pela IDC e divulgado nesta terça-feira, 14, que contabilizou no fim de dezembro de 2012 um total de 25,82 milhões de acessos fixos e móveis. A IDC considerou como conexões móveis os minimodems e cartões de acesso para computadores apenas – não estão incluídos navegação por celular e smartphones.

Do total de conexões banda larga em 2017, cerca de 31% (13,2 milhões de assinantes), serão acessos móveis; percentual que em dezembro último era de 26,2%, ou 6,76 milhões de acessos. As conexões 3G tiveram um crescimento anual de 18,7% em 2012; e 10,6% de aumento apenas entre julho e dezembro do ano passado.

Banda larga fixa

Daqui a cinco anos, serão 29,4 milhões de conexões fixas de banda larga, das quais 73,5% terão velocidades acima de 2 Mbps. Ao fim de dezembro do ano passado, esse percentual era de 57,6%, ou 10,99 milhões do total de 19,06 milhões de conexões fixas. Entre julho e dezembro, o total de conexões acima de 2 Mbps cresceu 13,4%, enquanto as conexões entre 128 Kbps e 2 Mbps caíram 2,2%, para 8,07 milhões ao fim de 2012.

Interessante notar que as conexões de 10 Mbps ou superior já respondem por 24,4% da base total de acessos fixos; as velocidades entre 5 Mbps e 10 Mbps, 14,9%; entre 2 Mbps e 5 Mbps, 18,4%. A maior concentração por faixa ainda está nos acessos de 512 kbps a 2 Mbps, com 32,5% das conexões fixas totais. Acessos de 128 kbps a 512 kbps ainda são 9,85% das conexões fixas.

Do ponto de vista de tecnologia, as conexões xDSL encerraram 2012 na liderança do mercado com 63,7% das conexões fixas (12,14 milhões de acessos), enquanto a banda larga via redes de cabo somou 5,93 milhões de acessos (31,1% da base fixa). Os pouco mais de 5% restantes estão divididos entre acessos FTTx (113 mil), wireless fixo (758 mil), dedicados (14 mil) e satélite (109 mil). Interessante notar, contudo, que enquanto as conexões xDSL cresceram 5% no último semestre de 2012, as de cabo modem cresceram 12,8%, impulsionada pela expansão da base de usuários da Net Serviços, a principal operadora de TV a cabo do país.

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top