Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Yahoo fecha parceria com Twitter para exibição de conteúdo

Postado em: 16/05/2013, às 16:26 por Redação

O Yahoo anunciou nesta quinta-feira, 16, que firmou  parceria na área de conteúdo  com o Twitter. O site passará a integrar a rede de microblogs em seu conteúdo de notícias, em meio às atualizações de textos de cada editoria. "Na medida em que os usuários exploram nosso fluxo de conteúdo, incluiremos tweets relevantes e personalizados em meio às histórias do Yahoo e de outras fontes de notícias", explicou a CEO do Yahoo, Marissa Mayer, no blog da companhia. Ela não forneceu detalhes de como será feita a personalização das mensagens se por algoritmos do próprio Yahoo ou por seleção dos usuários. Por enquanto, a união estará disponível apenas para usuários nos EUA.

Para especialistas ouvidos pelo blog de tecnologia All Things Digital, a parceria faz sentido dada a maior velocidade do Twitter em reportar assuntos urgentes. Um dos exemplos foi o recente ataque terrorista durante a maratona de Boston, quando os veículos de notícia online utilizaram o microblog como meio de comunicação rápida, antes de elaborar textos ou reportagens em vídeo. Em casos anteriores, o Twitter é tido como principal fonte de atualizações de eventos urgentes. Os analistas ainda ressaltam que a medida vai ao encontro do posicionamento do Yahoo como um portal de conteúdo, pilar da reestruturação promovida desde que Marissa assumiu o comando da empresa.

Decisão favorável

O dia foi de boas notícias para o Yahoo que obteve decisão favorável da Justiça em um processo que sofreu por quebra de contrato no México. A companhia anunciou que o Tribunal Superior de Justiça do Disitrito Federal do México concedeu recurso e reverteu a decisão da Vara Cível que havia condenado a empresa a pagar US$ 2,7 bilhões às editoras mexicanas de listas de páginas amarelas Worldwide Directories e Ideas Interactivas.

As editoras alegam quebra de contrato por parte do Yahoo e do Yahoo México para publicação de uma lista de telefones comerciais, afirmando também que obtiveram prejuízos decorrentes de contratos relacionados a um guia páginas amarelas utilizado incorretamente pela empresa. O acordo firmado entre as editoras e o Yahoo em meados de 2000 visava a publicação de uma lista de telefones comerciais, chamada Yahoo! Páginas Amarelas, e uma lista telefônica impressa e digital no México.

A decisão de segunda instância anulou as multas que o Yahoo deveria pagar e reduziu o valor da pena contra Yahoo! México de US$ 2,6 milhões no julgamento original para US$ 172,5 mil. Contudo, as empresas ainda podem recorrer dessa decisão.

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top