Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Qualcomm e DGF investem R$ 40 milhões na brasileira WebRadar

Postado em: 29/01/2016, às 20:17 por Redação

A Qualcomm e o DGF Investimentos lideraram um aporte de R$ 40 milhões na WebRadar, companhia brasileira especializada em big data analytics e Internet das coisas (IoT) para os setores de telecomunicações, transportes e energia. Trata-se da segunda rodada de investimentos pela qual  WebRadar passa. Em 2013, ela recebeu aporte da Intel Capital e da Citrix. Aliás, a Intel Capital acompanhou esta última rodada para manter sua participação acionária. O controle da WebRadar continua nas mãos dos fundadores da companhia.

"Foi um processo trabalhoso que levou vários meses de negociação. Um ano atrás, em uma reunião de conselho, entendemos que estava na hora de buscar um novo investidor, por conta do ritmo de crescimento e das oportunidades que apareciam no exterior. Um pouco depois a Qualcomm nos procurou, antes mesmo de começarmos a buscar no mercado um novo sócio. Os momentos coincidiram", relata Adriano Lima, CEO da WebRadar.

Os R$ 40 milhões recebidos serão investidos em três pilares: 1) antecipação do roadmap de produtos; 2) expansão internacional, com abertura de escritórios na Europa e nos EUA; 3) aquisição de outras empresas.

A WebRadar já tem clientes no exterior, mas até hoje atuou de maneira mais responsiva à demanda do que pró-ativa, por isso entende ser importante abrir escritórios nesses mercados. Como parte da estratégia de internacionalização, a empresa terá um stand próprio no Mobile World Congress deste ano, além de presença nos stands da Qualcomm e da Intel.

Quanto a possíveis aquisições, a companhia já está realizando negociações com algumas empresas brasileiras e uma estrangeira. Entre as qualidades que busca estão: carteira de clientes complementar à sua; atuação em novas verticais; e tecnologia. Lima cita também outro fator que pesa: "Uma aquisição traz pessoas novas para a empresa. Apesar da crise, encontrar mão de obra especializada em um segmento novo como o nosso é difícil. Então esse é um viés importante na análise de uma aquisição".

Tags: , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top