Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Como preparação para IPO, Snapchat decide elevar capital por meio de oferta privada

Postado em: 29/05/2015, às 19:34 por Redação

Dois dias depois de CEO Evan Spiegel ter dito durante uma conferência de tecnologia do site de notícias Re/code que o Snapchat planeja realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), a companhia anunciou nesta sexta-feira, 29, a captação de recursos por meio de uma colocação privada de até US$ 650 milhões, o que deve elevar a capitalização da empresa para US$ 16 bilhões.

Em março, o gigante do comércio eletrônico chinês Alibaba investiu US$ 200 milhões no aplicativo de compartilhamento de fotos e vídeos, o que elevou a valorização da empresa para US$ 15 bilhões.

De acordo com comunicado arquivado na Securities and Exchange Commission (SEC) — órgão que regula as empresas cotadas em bolsa nos EUA —, mais de US$ 537,6 milhões foram vendidos na oferta e US$ 112,4 milhões mantiveram-se disponível. O comunicado não diz quantas ações foram vendidas e quem foram os compradores.

No ano passado, o Snapchat obteve aporte de pelo menos dois investidores, o Yahoo e o fundo de capital de risco Kleiner Perkins Caufield & Byers, em uma rodada de investimento que resultou numa valorização da empresa em US$ 10 bilhões. Outros investidores são a Benchmark, General Catalyst Partners, Institutional Venture Partners, Lightspeed Venture Partners, Coatue Management LLC e a DST Global.

Na conferência, Spiegel disse que o Snapchat agora tem quase 100 milhões de usuários ativos por dia, o que representa um décimo do número de usuários diários do Facebook, que fez uma oferta de compra de US$ 3 bilhões pelo site, em 2013, mas que foi rejeitada por Spiegel.

Na semana passada, foi noticiado que o Snapchat estaria negociando a aquisição do aplicativo de compras Primavera, movimento um tanto atípico, já startups de tecnologia não costumam investir em outras startups. A compra, no entanto, permitiria o Snapchat explorar o social commerce através do seu app.

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top