Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Taxa de investimento em P&D nas grandes empresas é uma das menores nos últimos dez anos

Postado em: 30/10/2014, às 16:04 por Redação

Os gastos anuais com Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) entre as mil empresas de capital aberto do mundo que mais investem em P&D alcançaram a cifra recorde de US$647 bilhões em 2014, de acordo com o estudo Global Innovation 1000, realizado pela consultoria Strategy& (anterior Booz & Company agora firma-membro do Network PwC). Apesar de o valor investido ter subido para o maior nível desde a primeira edição da análise da Strategy&, a taxa de crescimento, em comparação com o ano anterior, foi de apenas 1,4% – a segunda menor em dez anos. Os investimentos em P&D como porcentagem da receita caíram 17% entre 2005 e 2014.

"As empresas que participaram do estudo da Strategy& afirmam que são melhores em inovar agora do que há uma década", afirma Fernando Fernandes, sócio da Strategy&. "A impressão que fica das companhias é que, agora, elas podem fazer mais com menos, o que permite que reduzam o aumento nos gastos, mas ainda assim alcancem resultados."

Seguindo a tendência global, o investimento em inovação no Brasil registrou queda de 12,5% no período de um ano, de US$ 3 bilhões em 2013 para US$ 2,65 bilhões este ano. Porém, o número de empresas brasileiras no ranking cresceu de 6 para 8 – CPFL Energia saiu da lista e entraram Natura Cosméticos AS, Centrais Elétricas Brasileira SA e WEG AS. As companhias brasileiras reconhecidas pelo estudo como as que mais investem em P&D são: Petróleo Brasileiro SA, como 128a; Vale SA, na 166a posição; Embraer SA, como 492a; Gerdau SA, na 739a colocação; Totvs SA, na 879a posição; Centrais Elétricas Brasileiras SA, como a 938a, Natura Cosméticos, na 978 a colocação, e WEG SA, na 980 a.

Investimento em software e internet ainda estão muito abaixo de outras indústrias

A indústria de software e internet gerou o maior crescimento em inovação de 2014, com 16,5%. Mas, apesar do aumento contínuo de investimentos deste setor, as empresas contabilizam apenas 9% do total de investimentos em P&D corporativos deste ano. Enquanto isso, os segmentos de computadores & eletrônicos e saúde registraram, juntos, 50% dos investimentos em inovação durante o mesmo período – apesar desses setores terem diminuído o emprego de capital em P&D – 1,8% e 1,2%, respectivamente.

"Impressiona o fato de metade das indústrias analisadas terem apresentado queda em investimentos em inovação. Entre elas estão duas das maiores indústrias do Global Innovation 1000, a de computadores & eletrônicos e a de saúde. Ainda assim, investimentos significativos de indústrias menores como software e internet foram grandes o suficiente para compensar e até mesmo puxar um crescimento positivo em P&D", afirma Fernandes.

Investimentos com inovação na China

Empresas sediadas na China geraram um aumento de 46% em investimentos com inovação, e o número de companhias do país representadas no estudo Global Innovation 1000 subiu de apenas oito, em 2005, para 114, em 2014 – um aumento de 1.325%. As organizações sediadas na América do Norte e na Europa aumentaram seus gastos em apenas 3,4% e 2,5%, respectivamente, enquanto os japoneses reduziram 14%.

Empresas de sucesso antecipam desejos dos consumidores

Apple, Google, Amazon e Samsung estão no topo da lista das dez empresas mais inovadora de 2014, de acordo com as respostas dos participantes da pesquisa. Na lista completa, apenas três delas – Google, Samsung e Microsoft – estão entre as companhias que mais gastam com P&D. Apenas a Microsoft tem figurado, na última década, nas duas listas: dez maiores investidoras em P&D e dez mais inovadoras. E, apesar dos quatro maiores investidores em 2014 serem organizações de saúde, nenhum deles recebeu voto dos entrevistados para entrar na lista dos mais inovadores.

"Este cenário mostra que quando falamos em inovação, não é o que a empresa investe, mas como investe", ressalta Fernandes, da Strategy&. "O que muitas companhias altamente inovadoras têm em comum não é um alto nível de gasto com P&D, mas sim uma compreensão dos desejos e necessidades de seus consumidores. Ao invés de depender de pesquisa de mercado, estas empresas estabelecem conexões íntimas com seus clientes e inovam antecipando as necessidades deles."

Empresas acreditam que precisam ir além

Segundo pesquisa com mais de 505 líderes em inovação de aproximadamente 467 empresas, mais de três quartos dos entrevistados (76%) afirmam que são melhores em inovação atualmente do há dez anos. E quase o mesmo número (78%) acredita que desenvolveu uma compreensão mais detalhada dos desejos e necessidades de seus consumidores ao longo da última década.

Apesar desse forte senso de melhoria, a maioria dos líderes em inovação acha que ainda existe espaço para crescimento. Apenas 41% deles afirmam que suas empresas são altamente proficientes nas áreas de inovação que foram aperfeiçoadas no passado, enquanto 27% acreditam que estão dominando os elementos necessários para serem inovadoras pelos próximos dez anos.

Metodologia

A Strategy& identificou as mil maiores empresas privadas no mundo que investiram em P&D até 30 de junho de 2014. As empresas do Global Innovation 1000 contabilizam, juntas, 40% dos investimentos em P&D mundiais, enquanto os próximos mil maiores investidores representam apenas um adicional de 3% nos investimentos. Para cada uma das 1000 maiores empresas, a Strategy& obteve da Bloomberg e da Capital IQ as principais métricas financeiras, incluindo vendas, lucro bruto, lucro operacional, lucro líquido, histórico de gastos em P&D e capitalização de mercado.

Para entender como a inovação mudou nestas empresas nos últimos dez anos e o que esperar para a próxima década, a Strategy& conduziu separadamente uma pesquisa online com 505 líderes em inovação em 467 empresas no mundo todo. As empresas participantes representam um pouco menos que US$130 bilhões de investimentos em P&D, ou 20% do total dos investimentos representados na Global Innovation 1000 deste ano, incluindo os nove setores da indústria e todas as cinco regiões geográficas.

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top