Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Gemalto inaugura fábrica e amplia capacidade produtiva no Brasil

Postado em: 10/06/2013, às 12:36 por Redação

A Gemalto anunciou na sexta-feira, 7,  um investimento de R$ 30 milhões para a abertura de uma nova fábrica na cidade de Pinhais, Paraná, voltada a produtos de tecnologia de segurança digital, incluindo cartões com chip no padrão EMV e cartões SIM (SIM cards).

A unidade estabelece um novo parâmetro para as práticas de produção sustentável e aumenta imediatamente a capacidade de produção, atendendo à crescente demanda do mercado por produtos de tecnologia de segurança digital, produzidos em um ambiente altamente seguro.

"A inauguração da nova fábrica faz parte do plano de diversificação e expansão permanente da Gemalto para promover a capacidade produtiva do país, atender às crescentes oportunidades de mercado e preservar o ecossistema circundante e meio ambiente global", afirma José Luiz Pellegrini, diretor de operações da Gemalto Brasil.

O executivo informa ainda quer "além da contratação de mão de obra e do fomento da economia local, que beneficia toda a região, a fábrica estabelece Pinhais e o Paraná como um centro de tecnologia, o que, certamente, atrairá outras empresas, centros de ensino e instalações de treinamento."

A fábrica foi projetada para atender às boas práticas de sustentabilidade e economia ambiental, ao mesmo tempo em que cumpre os requisitos rigorosos para a fabricação industrial segura de alta tecnologia. Ela oferece sistemas de energia para controle atmosférico garantindo temperatura, umidade, segurança, proteção contra incêndio e sistemas de proteção ambientais precisos, incluindo um sistema de redução de efluentes que recolhe, processa e purifica adequadamente todos os resíduos gerados nas instalações desta fábrica.

A arquitetura da fábrica foi projetada para permitir a integração com o ecossistema. O asfalto, por exemplo, não foi utilizado nas áreas limítrofes a fim de preservar a permeabilidade do terreno e das áreas verdes, e árvores frutíferas foram, inclusive, integradas ao projeto da paisagem nativa.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top