Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Meios de pagamento: dicas para garantir a segurança das compras online

Postado em: 26/01/2015, às 15:29 por Redação

O comércio eletrônico pode ser a forma mais rápida, eficaz e simples de adquirir produtos e serviços. Esta é uma tendência em crescimento: a cada ano, a aceitação do e-Commerce cresce dois dígitos.

Apesar de a América Latina movimentar entre 60 e 70 bilhões de dólares a cada ano nesse tipo de comércio, ainda existe um amplo terreno para esta opção de compra continuar crescendo – principalmente quando o consumidor percebe que os benefícios da compra online superam os riscos.

"A Internet transformou a maneira tradicional de fazermos nossas compras. A cada dia existem mais dispositivos conectados à rede e mais usuários realizando suas compras online. Por isso, é fundamental que os usuários se conscientizem dos riscos da Internet e se informem sobre as melhores práticas para proteger suas informações pessoais e compras online", explica José Pérez, pesquisador Sênior da F-Secure Labs.

"As datas natalinas são épocas nas quais se espera uma grande quantidade de tráfico na rede e, mais ainda, de transações. Em épocas assim, os usuários devem tomar as máximas precauções para desfrutar das vantagens do comércio online sem ser alvo de ataques de hackers, com especial atenção à etapa final, na hora de efetuar o pagamento digital. Neste momento, é fundamental não deixar seus dados financeiros vulneráveis", afirma Jesús Padilla, Diretor de Marketing do PayPal no México.

Para evitar esses riscos José Pérez, da F-Secure, lista cinco pontos básicos que as pessoas e as empresas devem ter em mente cada vez que realizarem uma compra online:

• Manter o sistema e os aplicativos do dispositivo atualizados, com uma atenção especial às atualizações de segurança.

• Efetuar compras online somente em redes de confiança, evitando os riscos das redes públicas.

• Utilizar ferramentas para assegurar a privacidade e a segurança do tráfego do dispositivo, como, por exemplo, aplicações de VPN (rede virtual privada).

• Utilizar um navegador web com segurança adicional, usando extensões como NoScript ou serviços de bloqueio de URLs maliciosos.

• Desabilitar, quando possível, os plugins do navegador web que possam afetar sua segurança, especialmente os plugins Java e Adobe Flash.

Padilla, do PayPal, também apresenta sugestões de ações que podem ser realizadas pelos usuários para favorecer a segurança de suas compras online:

• Cuidar de suas informações financeiras sem compartilhá-las em diversas páginas online. Uma alternativa para isso é usar uma conta PayPal, que permite pagar com cartão de crédito, débito ou saldo (efetivo) sem entregar os dados bancários a terceiros.

• Revisar os comentários acerca de segurança feitos pelos compradores da loja online que lhe interessa e os que foram colocados em redes sociais sobre a mesma.

• Conhecer as políticas de devolução e certificar-se de que as instituições externas checam a confiabilidade de uma página web como um comércio online estabelecido. Isso é o que oferece, por exemplo, o Programa de Proteção ao Comprador do PayPal.

• Verificar que o endereço esteja corretamente escrito, de preferência digitando-o diretamente no navegador. Se a página possui em seu URL um "https" ou um certificado com ícone de cadeado fechado, isso também ajuda a determinar que se trata de um site seguro.

• Cumprir regras mínimas na criação de usuários e senhas: evitar padrões de teclado e números em sequência, incluir caracteres alfanuméricos, maiúsculas e minúsculas. É importante, também, nunca anotar a senha em um lugar de fácil acesso para outros.

Dessa maneira é possível estabelecer as bases para efetuar transações online seguras. É necessário compreender que, muitas vezes, o elo mais fraco da cadeia de segurança é o desconhecimento ou o excesso de confiança por parte dos usuários, além da falta de atenção. É fundamental que os consumidores estejam conscientes dos riscos que existem na rede e saibam como se proteger destas ameaças.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

3 Comentários

  1. Nina Ferreira disse:

    Além de ter bom senso na hora de escolher os sites, senhas, etc, ainda uso o antivirus da Psafe e me sinto bem protegida com ele…ele ajuda bastante a dar segurança para botar numero do cartão,etc

  2. Renata Bastos disse:

    Nina, já li muito bem sobre a Psafe, mas ainda não conheço muito bem. Ela é para celular ou computador afinal? E dá segurança mesmo para comprar? Obrigada pela ajuda.

  3. Nina Ferreira disse:

    Renata, tem para celular e para pc também! Quando você instala eles e começa a usar, eles detectam qualquer atividade diferente ou vírus que tenha entrado. Me sinto muito mais segura pra comprar qualquer coisa com o psafe, vale a pena o teste

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top