Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Na crise, a tecnologia é a grande aliada das PMEs para crescer

Postado em: 07/11/2015, às 01:31 por Vinicius Gaviraghi

Em um momento de crise, as pequenas e médias empresas sofrem. Nestes casos, um dos pontos mais importantes (se não o mais importante) é focar em redução de custos e aumento da produtividade. Saber tudo o que está sendo gasto e onde está sendo gasto é a melhor forma de analisar os gargalos e o que pode ser feito para dar um fôlego maior na situação financeira da empresa, dando atenção para o que realmente importa: aumento de receita e, consequentemente, do lucro.

Recentemente, durante o Gartner Symposium ITxpo, em Orlando, os analistas da consultoria salientaram o quanto a economia digital cresce. A expectativa é de que os negócios digitais, já no próximo ano, sejam uma realidade em diversos setores. Atualmente, o comércio digital fatura mais de US$ 1 trilhão por ano, com expectativa de aumentar em mais de 80% até 2020.

Além de um site coorporativo completo e atrativo, nunca um e-commerce se fez tão importante. A procura por produtos e as compras pela internet aumentam expressivamente, sem falar nas redes sociais que também são grandes aliadas para impulsionar os negócios. Ter uma plataforma digital de vendas agregada ao negócio é um passo importante a ser dado e faz com que as companhias ampliem o alcance de suas vendas e aumentem o faturamento.

Sistemas de gestão são fundamentais, e cada vez mais empresas estão se dando conta disso, basta ver que a consultoria IDC aponta crescimento deste mercado a 11% ao ano. Com funcionalidades que oferecem automatização, otimização de recursos, controle de operações e agilidade nos processos, a tecnologia é a grande aliada do empresário para crescer. Além de vender mais, as empresas precisam adequar a gestão de negócio às novas rotinas. Com tantas informações (despesas, compras, vendas, comissões, estoques, emissões de notas e até o envio da sua movimentação financeira para a contabilidade) o controle passa a ser uma tarefa difícil.

O ideal é centralizar todas as operações em um sistema que simplifique, garanta controle, unifique e padronize a base de dados, evite erros e retrabalho e garanta acesso aos dados de forma facilitada, visto que a grande maioria das pequenas empresas não possui nada informatizado. Softwares de gestão são portadores das melhores práticas do mercado, isso ajuda o administrador a saber que está fazendo o que é indicado e correto.

Os recursos devem ser investidos onde terão retorno: nos clientes. O foco deve ser sempre a satisfação para aumentar as vendas com o menor custo possível, pois até pequenos desperdícios refletem no lucro.

E se estamos falando em reduzir custos, investir em tecnologia para otimizar o negócio não pode aumentá-los. Ao contrário. Existem no mercado ferramentas de gestão que aderem ao porte de qualquer empresa e têm um rápido retorno de investimento, com efeitos positivos já sentidos logo nos primeiros meses de implantação. O grande ganho é uma melhoria na qualidade da execução de procedimentos, como padronização de processos, permitindo um conhecimento mais aprofundado do fluxo das informações.

Softwares de gestão atuam em toda a cadeia do negócio: automatizam processos, integram o fluxo de informação e permitem análises mais precisas que ajudam no momento de tomada de decisão de forma mais rápida, eliminando retrabalho e reduzindo o tempo de execução das tarefas.

Mas não é somente implementar um novo sistema. É necessária a mudança da cultura da empresa, e estar preparado para um início que, por vezes, é complicado, em função do setup inicial, onde são feitos uma série de cadastros e adequações, demandando um tempo de ambientação. Muitas companhias desistem já na primeira fase de instalação, mas com planejamento correto e paciência, os benefícios poderão ser colhidos em um breve espaço de tempo e a utilização será mais amigável.

Para se manter competitiva, é imprescindível que a empresa mostre diferenciais perante a concorrência e inove sempre, tanto em produtos, quanto em práticas e processos internos. A tecnologia está à serviço do empresário e se bem aplicada, pode ser o indicador de ações para melhorar o desempenho das vendas, reduzir custos e ajudar a sair da crise fortalecido.

Vinicius Gaviraghi, product manager Cake ERP.

Tags: , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top