Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Smartbill explora oportunidades no segmento de economia de recorrência

Postado em: 12/04/2013, às 16:12 por Redação

Com uma meta de atender 1 mil clientes até o final do próximo ano, a Smartbill inicia as suas operações no segmento de gestão de assinaturas e contratos de serviços com faturamento e cobrança recorrentes amparada em aporte feito pela Usina, braço de investimentos da Arpex Capital.

O valor investido não é revelado, mas a empresa vai oferecer no mercado uma ferramenta, de mesmo nome, que faz a gestão completa do processo de recorrência, cobrindo todo o ciclo de controle.

O idealizador desse sistema, Maurício Kigiela, o define como uma evolução dos softwares de gestão empresarial (ERP) disponíveis atualmente no mercado.

O sistema Smartbill é voltado para a economia de recorrência, uma fatia do mercado composta por empresas e instituições que vendem planos de assinaturas ou que têm pagamentos periódicos.

Entre os potenciais clientes desse sistema figuram empresas de tecnologia e provedores de soluções SaaS (sigla em inglês de software como um serviço), escolas, planos de saúde, administradores de aluguéis e condomínios, editoras de jornais de revista e o novo mercado de lojas virtuais de assinaturas.

"A economia de recorrência é totalmente carente de soluções que automatizem e controlem as cobranças e o faturamento", diz Mauricio Kigiela, CEO e fundador da Smartbill, acrescentando que o sistema resolve um problema crítico das empresas que possuem milhares de cobranças mensais, sempre para os mesmos clientes. 

Para fazer a gestão do processo de recorrência – que abrange a definição de preços, gerenciamento dos contratos, controle de créditos, faturamento, cobrança, conciliação de pagamentos em boleto e cartão de crédito e contabilização de todo movimento – a ferramenta se baseia em quatro conceitos básicos: automação, recorrência, controle e inteligência comercial. 

"Hoje, há um número muito grande de empresas que trabalham com modelos de assinatura e contratos recorrentes e sofrem para gerenciar os processos de controle de contratos, faturamento, cobrança, conciliação e contabilização", afirma Kigiela.

Com escritórios em São Paulo e em Ribeirão Preto, a Smartbill inicia sua operação com uma versão da ferramenta destinada às pequenas, médias e grandes empresas.

No segundo semestre está previsto o lançamento de uma versão para as empresas menores, além de novas formas de controle do sistema.

Tags: , , ,

2 Comentários

  1. Rodrigo Almeida disse:

    Muito interessante, onde posso acessar mais informações? Hoje já uso um sistema mas enfrento tanto problemas operacionais como limitações comerciais, flexibilidade de criar novos produtos/serviços. Essa solução me ajudaria?

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top