Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Equipe Williams Martini acelera transformação digital com uso da nuvem

Postado em: 16/11/2015, às 21:47 por Redação

Buscar melhor gestão e colaboração da equipe foram alguns dos objetivos pelos quais a escuderia de Fórmula 1 Williams Martini Racing assinou um contrato  de 3 anos com a Avanade, no começo deste ano, envolvendo a plataforma Microsoft na nuvem para melhorar não só aspectos da eficiência dos carros e redução de custos, mas também inclui incrementar a comunicação com os fãs da marca e dos pilotos.

Hungaroring, Budapest, Hungary. Sunday 26 July 2015. Claire Williams, Deputy Team Principal, Williams F1. Photo: Glenn Dunbar/Williams ref: Digital Image W89P8526

Claire Williams, Deputy Team Principal, Williams F1. Photo: Glenn Dunbar/Williams /

Segundo Claire Williams, diretora da equipe, filha do legendário cofundador Frank Williams, a melhor governança da empresa e gestão da equipe, aliada a bons resultados nas pistas, podem trazer mais patrocinadores para as próximas temporadas, pois como se sabe os custos para se manter um time com mais de 500 profissionais especializados é elevado, apesar de não ter revelado números.

Dos 50 projetos listados para o período total do contrato, três deles já foram colocados em prática, e mais dez deverão ser implementados no ano que vem, explica Jun Endo, presidente da Avanade Brasil. "Implementamos um novo site em Sitecore com Microsoft Azure, tornando a atualização do conteúdo mais rápida e intuitiva, para que os próprios funcionários da Williams Martini Racing pudessem fazer a gestão de conteúdo. Ele também permite um provisionamento flexível para períodos de grande volume, que deve ajudar a equipe a obter economia de até 50% com o aumento do fluxo dos dados. Hoje o site contabiliza 2 milhões de pageviews", explica Endo.  A executiva da Williams acrescenta que o próximo recurso a ser incluído no do site é uma operação de e-commerce para os fãs da marca e dos pilotos Walter Ibotas e Felipe Massa.

Outro projeto desenvolvido pela Avanade é o aplicativo de otimização para os pneus, um app que fornece aos engenheiros de telemetria da Williams as estatísticas, em tempo real, sobre a performance dos pneus da equipe durante a corrida, e quanto tempo eles devem durar.

O carros de Fórmula 1 da Williams geram cerca de 200 GB de informações a cada corrida, além de 8 Gb em imagens de vídeo, que são gerenciados por uma infraestrutura de servidores redundantes, funcionando no paddock conectados com a central em Londres.

A Avanade também está trabalhando com a Williams Martini Racing para digitalizar os fluxos de trabalho em toda a organização, implementando o SharePoint Online para aperfeiçoar o compartilhamento de informações, e fazendo a migração da equipe para o Office 365 e Microsoft Lync para melhorar a colaboração interna.

"Nossa equipe de engenharia de corrida contou que, em temporadas anteriores, havia ficado frustrada enquanto os dados eram gerados na pista e não podiam ser utilizados a tempo para a próxima sessão. Isso foi a chave para nós este ano – obter as informações certas na hora certa, para fazer melhorias imediatas", relata Graeme Hackland, diretor de TI da Williams Martini Racing. "Conseguir refinar nossa estratégia de corrida com base em dados em tempo real dos pneus dos nossos carros é um exemplo tangível de como nossa transformação digital dá suporte ao principal objetivo de negócios da Williams Martini Racing, de aperfeiçoar interativamente a performance dos carros", conclui.

Colaboração

A Avanade também está desenvolvendo uma solução para melhorar a colaboração da Williams Martini Racing, criando um contexto inteligente para seus funcionários, ajustando os processos de negócios e o trabalho de acordo com o contexto da função de cada pessoa, sua localização e suas tarefas. Por exemplo, com um processo ágil de desenvolvimento de software, a Avanade desenvolveu uma solução para automatizar os testes de túnel de vento da Williams em apenas três meses. Anteriormente, esses testes eram precedidos por longas verificações, para garantir que os caros protótipos não danificariam nem seriam danificados pelas ainda mais caras instalações de testes Ela também construiu um portal para o processo, que alinha e acelera os fluxos de trabalho de comunicações, onde a Williams estima que economizará cerca de 300 horas de funcionários por ano.

Tags: , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top