Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Clínica de repouso investe em tecnologia para melhorar atendimento

Postado em: 18/12/2015, às 15:35 por Redação

Atento ao aumento da demanda por serviços cada vez mais diversificados e qualificados para atender o crescente público da terceira idade no País, o empresário Matthias Weisheit, proprietário e diretor da clínica de repouso Felita, localizada no bairro  Chácara Santo Antônio, em São Paulo, investiu numa solução que inclui câmera de monitoramento, sistema de acesso biométrico e sistemas de comunicação visual para contato entre os idosos e os funcionários.

O empresário ressalta que a procura por clínicas de repouso, em todo o Brasil, tem crescido de forma significativa, principalmente pelo aumento da expectativa de vida no País. "Há estimativas que a população de idosos aumente de 21 milhões (11% da população) em 2012 para 55 milhões (27% da população) em 2040, segundo dados do IBGE. Além disso, há uma grande influência de mudanças sociais e econômicas. As famílias hoje são menores, homens e mulheres trabalham fora, com pouco tempo disponível para cuidar de seus familiares idosos. Junto a isso, os custos para contratação de funcionários domésticos aumentaram demais com as mudanças na legislação trabalhista", explica Weisheit.

Segundo o diretor da Felita, para transmitir confiança aos familiares que optam pelas casas de repouso, o uso da tecnologia é fundamental, permitindo que a clínica atue com total transparência para atender o público da terceira idade com o máximo de conforto e segurança e para facilitar a interação entre hóspedes, familiares e equipe de profissionais.

Na clínica, os familiares tem à disposição um acesso biométrico para entrar nas casas da Felita quando desejarem e podem acompanhar os acontecimentos nas áreas comuns via câmeras, que podem ser acessadas pelo site do estabelecimento ou por um aplicativo no celular. "Além disso, utilizamos a tecnologia sem fio para aprimorar a interação entre os hóspedes e a equipe de enfermagem, por meio do sistema de comunicação visual Psiu Clínica, que permite que os idosos chamem a equipe de enfermagem com mais facilidade, por meio dos transmissores individuais, que são campainhas sem fio", afirma Weisheit, acrescentando que os chamados são registrados em paineis de LED, localizados em lugar centralizado, e também por meio de áudio, permitindo que a equipe saiba imediatamente quem precisa de ajuda.

Segundo José Rubens Almeida, criador do sistema de comunicação visual, o Psiu Clínica pode ser adaptado conforme as necessidades de cada estabelecimento. As campainhas sem fio também podem ser portáteis, sendo levadas para áreas externas, por exemplo. "Além do conforto, esta tecnologia é fundamental em um momento de emergência, quando tanto o paciente, como um acompanhante ou um atendente podem solicitar ajuda imediata. Este pronto atendimento, principalmente no caso do idoso, pode salvar uma vida", destaca.

Cita também o software Psiu Tempo como diferencial do sistema, ferramenta que registra o tempo que se gastou para atender cada chamado, tempo médio de atendimento e chamados não atendidos, permitindo um acompanhamento gerencial e o monitoramento do atendimento prestado pelos funcionários, inclusive durante o período noturno.

O diretor da clínica Felita ressalta que o investimento em inovação e a profissionalização dos serviços prestados pelas novas instituições de longa permanência para idosos ao longo dos últimos anos vêm diminuindo de forma significativa o preconceito e a resistência em relação a esta opção de cuidado para o público da terceira idade.

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top