Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Azul Linhas Aéreas adota solução da Synchro para emissão do CT-e

Postado em: 20/05/2013, às 15:07 por Redação

O CT-e (Conhecimento do Transporte Eletrônico) passou a fazer parte da rotina da Azul Linhas Aéreas. A companhia, que faz cerca de 50 mil emissões do documento por mês, adotou a solução Synchro para ficar em conformidade com a exigência do Fisco.

A adesão das empresas de transporte de carga tornou-se obrigatória em dezembro do ano passado. No setor aéreo, por exemplo, a rapidez no processo de emissão e validação do CT-e torna-se fundamental.

Isso porque o processo de decolagem dos aviões, em geral, obedece a rígidas regras e padrões normativos que não podem ser interrompidos por um atraso na emissão do conhecimento.

A qualidade das informações compiladas e emitidas nos documentos foi outro aspecto determinante para a execução do projeto. Como antes não havia validação eletrônica pela Secretaria da Fazenda, a companhia apenas imprimia o Conhecimento de Transporte para a carga ser liberada.

Se houvesse algum erro nessa nota, porém, poderia haver uma paralisação dessa carga, e a companhia estaria sujeita a multas com relação à falha no conhecimento.

"Hoje, porém, nós conseguimos validar e garantir que não haja nenhuma inconsistência nos dados que estão sendo disponibilizados", explica Kleber Linhares, diretor de tecnologia da informação (TI) da Azul.

Atualmente, todos os dados utilizados na emissão dos CT-e são estruturados de maneira integrada aos outros módulos fiscais da Synchro instalados na empresa.

Ao centralizar a geração e o armazenamento dos dados tributários, a Azul conseguiu viabilizar uma maior confiabilidade e transparência sobre toda a cadeia fiscal da empresa, avalia o executivo.

Desde 2008, a companhia aérea é usuária das soluções da Synchro para outras especificidades tributárias. A facilidade de implementação da solução, que durou apenas dois meses, e a consultoria especializada prestadas após a implementação contaram muito na escolha.

"Além de exigências específicas para o setor aéreo, nós temos também algumas particularidades do negócio da Azul, como a necessidade de disponibilizar as informações fiscais para nossos representantes", afirma Linhares.

Tags: ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top