Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Estudo mostra que existe um "gap" entre integração de IoT e ERP

Postado em: 23/10/2017, às 18:19 por Redação

A IFS lançou um estudo de pesquisa sobre como a Internet das coisas (IoT) afeta a prontidão para a transformação digital em empresas do setor industrial. De acordo com a pesquisa, realizada com 200 tomadores de decisão de IoT de indústrias da América do Norte, apenas 16% dos entrevistados usam dados IoT dentro do software de gestão empresarial (ERP). Isso significa que 84% das indústrias enfrentam uma desconexão entre dados de dispositivos conectados e a tomada de decisão estratégica e operacional, limitando o potencial de transformação digital com IoT.

O Estudo apresentou questões sobre o grau de sofisticação de IoT das empresas. Além disso, também explorou o quão bem os respectivos softwares de gestão empresarial (ERP), de gerenciamento de ativos (EAM) ou de gerenciamento de serviço de campo (FSM) os preparam para transformação digital e para o consumo de dados de IoT dentro do sistema de gestão.? ?

Os entrevistados foram divididos em grupos, incluindo os Líderes em IoT (IoT Leaders) e os Lentos em IoT (IoT Laggards), dependendo de quão bem o software de gestão da empresa os preparava para consumir dados de IoT e, também os Líderes na Transformação Digital e os Lentos na Transformação Digital, dependendo de quão bem seu software de gestão empresarial os prepara para a transformação digital.

Os dois grupos de Líderes se sobrepuseram, ou seja, 88% dos Líderes de Transformação Digital também se qualificaram como Líderes de IoT, sugerindo que o IoT é uma tecnologia que sustenta o conceito, ainda em formatação, da transformação digital.

Os Líderes em Transformação Digital fazem uso mais completo dos dados IoT do que os Lentos em Transformação Digital; os líderes são quase três vezes mais propensos a usar os dados IoT para inteligência de negócios corporativa ou para monitorar desempenho em relação aos acordos de nível de serviço.

Os Líderes em Transformação Digital são mais suscetíveis que os Lentos em Transformação Digital na capacidade de acessar dados de IoT em aplicativos usados para suportar o chão de fábrica. Eles são quatro vezes mais suscetíveis para obterem acesso aos dados IoT no software de gestão de ativos da empresa, duas vezes mais provável do que os Lentos em Transformação Digital na capacidade de acessar dados de IoT em software de gerenciamento de performance de ativos de alto valor, e quase duas vezes mais prováveis de serem capazes de usar dados IoT no ERP.

Os dados sugerem uma necessidade real de mais soluções de gestão empresarial projetadas para inserir dados de redes de dispositivos conectados no contexto do negócio.

Na revisão das conclusões, o CTO da IFS para América do Norte, Rick Veague, comentou: "Os seus sistemas de planejamento e manutenção são robustos o suficiente para tomar decisões em tempo real usando dados provenientes de fontes de IoT? Muitos estão enfrentando a realidade de ter que responder "não". Nós já temos exemplos de empresas que chegaram até nós por que seu software existente não era capaz de administrar e usar dados IoT para alcançar os ganhos que eles desejavam obter".

Steve Andrew, vice-presidente de Marketing para a IFS América do Norte, acrescentou: "Muito antes de o termo IoT ter sido criado, a IFS comprometeu-se a introduzir dados de máquinas no software de gestão empresarial. Com o lançamento do IFS IoT Business Connector, estamos em uma posição melhor do que nunca para ajudar nossos clientes a operacionalizarem seus dados de IoT. Estes dados do estudo mostram que esta tecnologia é necessária para conectar a IoT com dados estratégicos em torno da empresa dos entrevistados. Isso, por sua vez, permite que as empresas usem o IoT, não apenas para estratégias de redução de custos, como na manutenção baseada em condições, mas também para adicionar novas ou aprimoradas linhas de produtos ou serviços, aumentar a agilidade da empresa e atingir os benefícios de crescimento e receita da transformação digital ".

"Os dados do estudo sugerem que o caso de uso mais comum para o IoT nas configurações industriais é o da manutenção baseada em condições. Os benefícios vão além das melhorias operacionais e da prevenção de custos com manutenção", disse Ralph Rio, vice-presidente de software corporativo do ARC Advisory Group. "Há um aumento no tempo de atividade, o que fornece capacidade adicional para aumentar a receita. Também evita o tempo não planejado de inatividade, que interrompe programações de produção e causa perda de datas de entrega e problemas de satisfação com o cliente. Quando associada aos sistemas de demanda e agendamentos no ERP, a IoT se torna uma ferramenta de melhoria de receitas que impulsiona a linha principal".

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top