Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Ferramenta analítica do SAS monitora "humor" nas mídias sociais e prevê crises e desemprego

Postado em: 01/06/2012, às 16:02 por Ana Lúcia Moura Fé

O "humor" digital de um país pode prever crises e picos de desemprego. É o que afirma o SAS, empresa especializada em inteligência analítica. Juntamente com a Global Pulso, iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), o SAS analisou as redes sociais e constatou que é possível antecipar picos de desemprego ao analisar o sentimento dos internautas nessas plataformas. O achado, eles dizem, possibilita reportar aos órgãos competentes, em tempo hábil, os prováveis efeitos de uma crise.

"As mídias sociais e os conteúdos da internet são como cartas ou telefonemas, mas elas são digitais, públicas e em grande escala. Este tesouro inexplorado pode fornecer respostas em tempo real sobre como melhorar a segurança pública, as relações com os cidadãos e apoiar investigações sociológicas importantes", afirma I-sah Hsieh, gerente global de desenvolvimento internacional do SAS.

Para isso, ele continua, é necessário contar com uma tecnologia que consiga lidar com enormes quantidades de dados e realizar análises preditivas, com base em textos brutos, que indiquem sinais e sentimentos ocultos nas mensagens.

As soluções usadas no experimento foram o SAS® Social Media Analytics e SAS Text Miner. Elas vasculharam informações de meio milhão de blogs, fóruns e sites de notícias nos últimos dois anos, buscando assuntos relacionados ao desemprego nos Estados Unidos e na Irlanda e como as pessoas estavam lidando com isso.

O SAS comparou o "humor" e volume de comentários virtuais com as estatísticas oficiais de desemprego para verificar se pequenos aumentos nesses valores indicavam futuros picos de desemprego. Cada sentimento ou referência na internet recebeu uma "pontuação de humor" com base no tom da mensagem.

Nos Estados Unidos, picos de comentários hostis ou depressivos indicaram, quatro meses antes, um aumento de desemprego. Surtos de ansiedade durante conversas sobre emprego na Irlanda demostraram a escassez de emprego no país cinco meses depois. Já o aumento de posts classificados com o sentimento "confuso" precedeu uma crise de desemprego em três meses, enquanto conversas classificadas como "confiante" mostraram a diminuição da taxa dois meses depois.

1 Comentário

  1. edio schrader disse:

    A oportunidade que temos em construir resultados, requer determinacao neste mundo intangivel do conhecimento. O desafio esta lancado e, o evento e estrategico.

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top