Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Definição de "Big Data" permanece confusa para empresas

Postado em: 04/01/2012, às 10:29 por Ana Lúcia Moura Fé

O conceito de Big Data se torna mais presente na indústria de publicidade online, mas ainda há incertezas quanto à sua definição e ao seu uso eficaz. Além disso, as dificuldades em acumular, analisar e utilizar grandes e diferentes conjuntos de dados têm sido uma barreira para a maximização do uso de Big Data nas companhias. A constatação é da empresa de coleta e monitoramento de dados da web, Connotate, após ouvir gestores de agregação de dados nos Estados Unidos.

Big Data incorpora múltiplos conjuntos de dados — online, offline, de clientes, da concorrência etc – e permite abordagem mais holística da inteligência de negócios. Na área de marketing, por exemplo, possibilita a obtenção de insights sobre interesses e preferências dos consumidores, de forma a melhorar programas de retenção e aquisição de clientes.

No levantamento feito pela Connotate, 21% dos entrevistados não sabem como definir Big Data. Quase metade (49%), entende se tratar de agregado de todos os dados baseados na web, internos ou externos, disponíveis para a inteligência do negócio.  O termo é visto por 16% dos respondentes como informações internas em massa armazenadas e gerenciadas por uma empresa, enquanto outros 7% acreditam se tratar de dados baseados na web e conteúdo de negócio usados para as operações próprias da companhia.

A pesquisa revela, ainda, que o maior uso de Big Data tem sido para monitorar a concorrência e a própria marca (60% e 52%, respectivamente). Muitos negócios também já se valem do conceito em estratégias de marketing relacionadas com precificação e informações de produtos (40%).

 

 

 

Tags: , ,

1 Comentário

  1. Interessante abordagem. Mas gostaria de salientar alguns pontos/questões:

    A Arquitetura para suporte a Big Data passa necessáriamente por ferramentas de BI e BA, bem como, Arquiteturas de cloud e datacenters em algum provider?

    Ou as empresas desenvolvem suas próprias?

    Qual o real tamanho do massive-data?

    Apenas o segmente publicitário se beneficiaria, ou outros segmentos podem também se utilizar (acredito eu)?

    Muito me interesso por este segmento da tecnologia.

    Abraços.

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top