Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

YouTube triplica venda de publicidade em vídeo para dispositivos móveis

Postado em: 07/06/2013, às 10:59 por Redação

O YouTube triplicou as vendas de publicidade em dispositivos móveis nos últimos seis meses, segundo Lucas Watson, vice-presidente de vendas da rede de compartilhamento de vídeos do Google, em entrevista ao site de notícias Bloomberg.

"O negócio comercial explodiu", diz Watson, na entrevista. Ele informa que um quarto do 1 bilhão de usuários globais do YouTube agora acessa o serviço por meio de dispositivos portáteis, o que estimula anunciantes a aumentar os seus gastos promocionais para atingir esse público.

Pelos cálculos de Martin Pyykkonen, analista da Wedge Partners Corp, o YouTube gera cerca de 10% da receita total da Google (o que dá cerca de US$ 1,4 bilhão, de um total de US$ 14 bilhões reportados pelo Google no último trimestre.)

O analista estima entre 20% a 25% a contribuição da publicidade móvel para a receita total do YouTube, o que somaria algo em torno de US$ 350 milhões.

Os articulistas do Bloomberg avaliam que o crescimento nas vendas de anúncios de vídeo em dispositivos móveis, divulgado pela primeira vez pelo YouTube, indica êxito da estratégia do site para atrair gastos publicitários e enfrentar concorrentes como Hulu.

O público-alvo para a publicidade móvel explode em todo o mundo, na esteira da evolução das redes sem fio e na rápida adoção de smartphones e tables. Só nos Estados Unidos, as vendas de anúncios em vídeo móveis devem atingir US$ 2,69 bilhões em 2017, dez vezes mais do que em 2012, segundo a consultoria eMarketer.

De acordo com a Nielsen, mais da metade dos usuários de smartphone nos Estados Unidos acessaram o aplicativo do YouTube em março último. A empresa de pesquisa cacula em pelo menos 70 milhões as pessoas que usaram o app naquele mês, nos EUA, um aumento de 42% em relação ao ano anterior.

Para analistas ouvidos pelo Bloomberg, o grande desafio no mercado de anúncios móveis em vídeo é manter os consumidores envolvidos de forma que assistam aos clips promocionais até o fim. Estudos indicam que as pessoas têm menos paciência ao telefone.

O aplicativo do YouTube mostra anúncios publicitários antes de um vídeo começar a tocar. O software está disponível para download na AppStore da Apple e está incorporado em dispositivos com sistema operacional Android, do Google.

Image courtesy of Recombu

 

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top