Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Trabalho remoto: 79% das empresas no Brasil não exigem presença física dos colaboradores no escritório

Postado em: 09/12/2015, às 17:45 por Redação

Nova pesquisa da Regus, empresa de soluções flexíveis de espaços de trabalho, revelou que 79% das empresas no Brasil estão mudando a forma de avaliar a performance de seus colaboradores, deixando de focar no tempo gasto no escritório para medir os rendimentos individuais com avaliações baseadas em resultados. Essa mudança de comportamento sinaliza que o trabalho flexível está se tornando cada vez mais comum.

O estudo realizado com mais de 44.000 pessoas, de mais de 100 países diferentes, afirma que 59% das empresas brasileiras indicam que os negócios em suas áreas também usam o trabalho flexível como um mecanismo para reter e atrair talentos.

Com cada vez mais empresas adotando o trabalho flexível, a implementação de processos de gestão remota de sucesso é essencial para garantir que os melhores colaboradores se desenvolvam e sejam reconhecidos.

De acordo com a pesquisa, 62% da população gerencia um trabalhador remoto ou equipe ao menos uma vez por semana, no entanto, apenas 49% das empresas implementam treinamento especial para esse tipo de gestão. A especialização na liderança remota desempenha um papel fundamental nas relações entre o colaborador e gestor agregando maior motivação e compromisso com a empresa.

Mais resultados da pesquisa

–  69% dos brasileiros confirmaram que as empresas em que trabalham estão atentas para aumentar o número de trabalhadores remotos;

– 75% dos gerentes acreditam que o trabalho flexível pode ser produtivo;

– 42% são geridos por um gerente que trabalha remoto, pelo menos, uma parte do tempo;

– 75% afirmam que a gerência sênior pode realmente se beneficiar, e tornar-se mais produtiva, caso se adequem ao trabalho flexível;

–  48% concordam que os colaboradores mais jovens podem se tornar mais responsáveis e disciplinados com o trabalho flexível.

 

Regus

% de executivos brasileiros que gerenciam equipes remotas ao menos uma parte do tempo, por cidade.

Para Otávio Cavalcanti, diretor da Regus Brasil, "a grande mudança cultural no ambiente de trabalho no sentido da flexibilidade continua a crescer. Essa pesquisa mostra que as empresas estão adotando uma mudança cada vez maior. Com a melhoria da produtividade, melhor retenção de talentos e custos operacionais mais baixos, a implementação de processos de gerenciamento remoto de sucesso pode trazer enormes benefícios as empresas e colaboradores".

"É importante ressaltar que, enquanto trabalhadores são geridos remotamente no mundo todo, poucas empresas investem em uma formação específica que poderia melhorar a transição da gestão do trabalho fixo no escritório para o trabalho móvel tornando-o ainda mais tranquilo e produtivo", finaliza Cavalcanti.

Tags: , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top