Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Temporada de compras: otimize suas vendas

Postado em: 24/11/2016, às 19:05 por Oliver Geiger

Para aproveitar a temporada de compras de final de ano – que tem seu pico no mundo online em eventos como Cyber Monday e Black Friday – muitas empresas de e-commerce concentram seus esforços em departamentos como marketing e logística, para atrair o público e garantir que os produtos estejam disponíveis para atender à maior demanda.

Um aspecto da experiência de compra que muitas vezes pode ser esquecido ou ficar em segundo plano é a experiência do cliente no site. Afinal, se o cliente faz suas compras online em dias normais, o que poderia mudar com o aumento da demanda no final de ano?

Bom, isso vai depender da capacidade da infraestrutura da empresa para comportar o pico de tráfego nos sites. Por exemplo, uma empresa que hospeda seu site em servidores próprios ou possui uma infraestrutura fixa pode não ser capaz de comportar o volume de acessos simultâneos ao site, podendo sofrer lentidão no carregamento ou, até mesmo, ficar fora do ar.

Uma forma de contornar este tipo de problema e garantir que a experiência de compra do cliente seja sem interrupções é a adoção de uma estrutura flexível, como as Content Delivery Networks (CDN), que são redes de servidores espalhados globalmente cuja a finalidade principal é entregar conteúdo para o usuário final de forma rápida e segura.

Distribuídos junto aos provedores de internet, estes servidores são capazes de otimizar a entrega do conteúdo, ao disponibilizá-lo nos pontos mais próximos ao usuário. Além disso, sua infraestrutura tem a capacidade escalável para expandir e comportar o aumento exponencial da demanda e pode tornar-se uma aliada de proteção, pois por ser muito robusta, suporta ataques de DDoS, por exemplo.

Outros artifícios para tornar o carregamento do site mais rápido são ferramentas que identificam o tipo de acesso (mobile ou web) e adaptam a qualidade das imagens do site, otimizando o carregamento do site de acordo com o dispositivo.

E, para o problema de excesso de demanda, outra opção são ferramentas de priorização de tráfego, que permitem a uma empresa não apenas definir os critérios para visitantes que terão atendimento prioritário (usuário logados, por exemplo), como também criam uma sala de espera virtual para os demais clientes, garantindo que todos se sintam atendidos, na hora de concluir a compra e efetuar o pagamento.

Essas e outras ferramentas vêm para colaborar com o sucesso nas vendas dos e-commerces. Porém, não basta para uma empresa somente investir em melhorias; também é necessário medir a eficácia dos resultados obtidos. Dessa forma, é possível fazer correções no processo para garantir que o usuário tenha uma ótima experiência de compra. Para esse fim, existem as soluções de Synthetic e Real User Monitoring (RUM), que monitoram como está a experiência do usuário do site e provêm insumos para análises mais detalhadas.

Os recursos e ferramentas para melhorar a experiência online do usuário são incontáveis. Basta escolher os que melhor se adequam à realidade da sua loja virtual e implementá-los para oferecer uma ótima experiência de compra e, consequentemente, ótimos resultados para seu negócio.

Oliver Geiger, gerente de Web Experience na Exceda.

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top